Cultura

Vozes de Tchernóbil – Svetlana Aleksiévitch

February 21, 2017
_DSF7207

Mês passado li o aclamado livro da jornalista Svetlana Aleksiévitch, vencedora do Prêmio Nobel de Literatura de 2015. Ela nasceu na Ucrânia em 1948, mas viveu boa parte da sua vida na Belarús (ou Bielorrússia). O livro traz depoimentos de pessoas que tiveram suas vidas completamente transformadas pelo acidente nuclear ocorrido em abril de 1986. Em 2016, a editora Companhia das Letras o publicou pela primeira vez no Brasil e eu tenho algumas críticas a fazer a essa edição. Me pareceu que a editora quis pegar carona no hype do Nobel e publicou o livro sem atualizações, o que induz a um raciocínio equivocado por parte dos leitores. A primeira publicação de Vozes de Tchernóbil é de 1997, ou seja, a edição brasileira foi publicada quase 20 anos depois e, de todas as resenhas que assisti no You Tube, nenhuma mencionou isso. Convenhamos que em 20 anos muitas coisas aconteceram, não é mesmo?

Provavelmente, muitas pessoas que foram entrevistadas pela autora nem estão mais vivas. A nota histórica que abre o livro está tão desatualizada que se torna completamente desnecessária. O projeto do abrigo para cobrir o reator número 4 citado nessa nota ficou pronto em novembro do ano passado (o vídeo abaixo é um documentário da BBC sobre a construção do abrigo) e não há nenhuma menção sobre isso. Daí em muitas resenhas que assisti as pessoas falam como se o reator estivesse lá abandonado com a mesma cobertura construída às pressas em 1986. A editora simplesmente traduziu o livro do jeitinho que ele foi publicado em 1997 e acrescentou somente o discurso que a autora fez na cerimônia do Prêmio Nobel em dezembro de 2015. Acho que um livro de não-ficção merece um trabalho mais cuidadoso no que diz respeito a notas mais esclarecedoras e atualizadas.

Continue Reading…

Cotidiano

Meme escrito

February 16, 2017
_DSF0524

Fui indicada pela Izzy para responder esse meme há um tempão e só agora criei vergonha na cara para postar. As fotos já estão feitas há algum tempo, mas só hoje resolvi sentar na frente do computador para escrever. São oito perguntinhas que devem ser respondidas em letra cursiva. Minha letra não é nenhuma coisa maravilhosa, mas é legível. As perguntas são as seguintes:

01. Qual é o seu nome?
02. URL do seu blog.
03. Escreva: “The quick brown fox jumps over the lazy dog”.
04. Citação.
05. Música favorita (no momento).
06. Cantor/Banda favorita (no momento).
07. Diga o que quiser.
08. Indique 3 blogs.

Continue Reading…

Cultura

Dois livros: Os Russos e Um diário russo

February 13, 2017
_DSF0518

Vamos tirar a poeira desse blog? Vaaaamos! Bom, continuo a minha jornada de leituras relacionadas à Ucrânia e de imersão na cultura eslava. No final do ano passado li o livro do autor Angelo Segrillo sobre os russos. A Editora Contexto tem uma coleção dedicada a vários povos e, como não há um livro específico sobre os ucranianos, li esse sobre os russos que inevitavelmente fala um pouco sobre a Ucrânia, já que toda a história começou aqui em Kiev. Angelo Segrillo é professor de História Contemporânea na USP e especialista em Rússia e URSS. Ele morou e estudou na Rússia e escreveu diversos livros sobre o país. Esse livro é bem legal para o leitor ter uma ideia geral sobre a cultura, a história, a geografia e os costumes russos, alguns deles compartilhados pelos ucranianos.

Continue Reading…

Cotidiano

Projeto 6 on 6 – Грудень і Січень

February 6, 2017
_DSF0317

Oi, tem alguém aí? Dei uma sumidona daqui neh, minha gente? Feliz 2017 pra quem estiver lendo! Mês passado dei uma cabulada no projeto por motivos de: bode do computador e ausência de fotos. Em janeiro (Січень), praticamente não fotografei, por isso o post desse mês tem fotos de dezembro (Грудень) também para compensar o 6 on 6 do mês passado que eu não fiz e completar as 6 fotos desse mês. Digamos que esse é o efeito inverno na minha vida: pouca luz, dias curtos, saio pouquíssimo de casa e não tenho ânimo nenhum para fotografar. Mas vamos às fotos escolhidas para representar os últimos dois meses.

Continue Reading…

Viagens

Primeira vez em Varsóvia

January 5, 2017
_dsf0292

No último post contei sobre a visita a Poznan e agora segue o relato sobre os 2 dias que passamos em Varsóvia. Como eu comentei anteriormente, essa viagem não teve muito planejamento, então não estávamos preocupados em fazer muitas coisas. Acho que o inverno combina com uma viagem mais tranquilinha, especialmente porque sabemos que voltaremos a Varsóvia em algum momento, já que a capital fica relativamente perto de Kiev. Essa foi a terceira cidade que conhecemos na Polônia (em 2015 visitamos Cracóvia – parte 1 e parte 2) e muita gente diz que Varsóvia é sem graça e tal. Não achei a cidade sem graça, inclusive acho que ela pode ser considerada uma cidade irmã de Berlin.

Como eu gostei de Berlin (leia aqui: parte 1, parte 2, parte 3), consequentemente curti Varsóvia também. Uma das semelhanças é que as duas cidades foram muito destruídas durante a Segunda Guerra Mundial e Varsóvia foi até mais destruída que Berlin. Por isso a maioria dos prédios são construções mais modernas. As duas cidades possuem exemplos da arquitetura soviética como você pode ver na foto do Palácio de Cultura e Ciência abaixo.

Continue Reading…

Viagens

Um dia tranquilo em Poznan

December 15, 2016
_dsf0210

Comentei no post anterior que viajamos para a Polônia no final de novembro e essa viagem foi bem tranquila, sem muito planejamento porque a logística de viajar no inverno é meio complicada, já que os dias são curtos e ficar muito tempo na rua é meio incômodo. Acordamos tarde todos os dias e não fizemos muitas coisas, mas deu pra fazer umas fotinhas e comer muito bem. O motivo que nos levou a Poznan especificamente foi o show da banda The XX. Não conseguimos comprar ingressos para o show em Varsóvia porque esgotou em menos de 10 minutos, então compramos para Poznan. E foi assim que fomos parar na cidade que foi capital da Polônia entre 968 e 1038.

Continue Reading…

Cotidiano

Projeto 6 on 6 – Листопад (Listopad)

December 12, 2016
_dsf0105

Chegando atrasada no rolê do 6 on 6, mas juro que é por um bom motivo. É que o final do mês de novembro e o início de dezembro foram bem movimentados por aqui e só agora estou tendo tempo e energia para me dedicar direito ao blog. Viajamos para a Polônia no dia 28/11, voltamos no dia 04/12 e recebemos hóspedes em casa no dia seguinte, então sem chance de sentar na frente do computador por esses dias. Feitas as devidas justificativas, vamos às fotos que é o que interessa.

Continue Reading…

Cultura, Kiev

Visita ao Holodomor Museum

November 28, 2016
_dsf0197

Na última quarta-feira, visitei o memorial às vítimas do Holodomor, o genocídio de ucranianos provocado por Stalin entre 1932 e 1933. Голодомор (holodomor) foi uma fome provocada que exterminou entre 7 a 10 milhões de ucranianos, não se sabe o número exato por conta da ausência de registros. Голод significa fome, a causa da morte desses milhões de ucranianos que tiveram toda sua produção agrícola confiscada por uma política adotada por Stalin, que não queria que houvesse propriedade privada. Essa ideia de coletivização da União Soviética não era nada popular entre os camponeses ucranianos. Além disso, ele temia que o movimento de independência ucraniano ganhasse força e atrapalhasse seus planos. Os bolcheviques queriam que a Ucrânia fizesse parte da Rússia, mas a nação queria ser independente e durante o período soviético se tornou uma República Socialista Soviética.

Continue Reading…

Cotidiano, Kiev

Осінь (Osin) – Outono

November 17, 2016
_dsf0129

Esse post era pra ter entrado há um tempinho, mas acabei me enrolando aqui e ele ficou abandonado no rascunho. краше пізно, ніж ніколи ou antes tarde do que nunca, não é mesmo? A professora de ucraniano tem ensinado uns ditados populares e eu já aproveito para sair usando porque sou dessas hehe. Mas voltando ao tema do post, o outono 2016 foi curtíssimo e ainda bem que eu saí para flanar nesse dia e fiz as tradicionais fotos da paisagem amarelinha. Coloquei duas no post do projeto 6 on 6 e aqui estão as outras que fiz nesse mesmo dia.

Continue Reading…

Cotidiano

Novo sarcófago de Tchernóbil

November 15, 2016
_dsf7299

Ontem começaram a mover o sarcófago gigante que vai cobrir o reator nº 4 de Tchernóbil. A cobertura de aço vai evitar o vazamento de material radioativo pelos próximos 100 anos. Ela mede 275 metros de largura por 108 metros de altura e custou 1.6 bilhões de dólares para ser construída. A estrutura está sendo movida por um sistema hidráulico e vai levar 5 dias para que o reator esteja completamente coberto.

Continue Reading…