Cotidiano, Holanda

Memórias do verão em 120mm

September 27, 2021

Primeiramente, quero dizer que adorei saber todas as histórias de vocês com Polaroids no último post. Eu realmente não esperava receber comentários tão incríveis. Muito obrigada por compartilharem essas histórias porque eu me diverti muito lendo. Fiquei curiosíssima pra ver todas essas polaroids e imaginando o que foi feito delas. Feitos os devidos agradecimentos, vamos ao post depois de 2 meses sem postar nada por aqui.

Sigo com meu projeto analógico e essas são as primeiras fotos que fiz com um filme Kodak Portra 160 120mm. Peguei a Kiev 88 que estava encostada e parti para essa aventura analógica sem nenhuma garantia de que alguma foto daria certo. O filme expirou em abril de 2012, a câmera não tem fotômetro e eu usei um fotômetro soviético que atendeu bem, está funcionando direitinho. Já esse back da câmera está vazando bastante luz, então terei que testar os outros e descobrir se estão ok.

Defeitos bonitos

Dessa vez, levei o filme para revelar em um outro laboratório, mais perto da minha casa e não pedi para escanear porque queria fazer isso em casa. O scanner estava morando na casa da Paula porque não tinha lugar pra ele aqui em casa, mas depois que resolvemos não ter mais quarto de hóspedes e meu escritório passou a ser na sala, arrumei um espaço para ele. Ainda estou me entendendo aqui com o ajuste das cores, mas pra uma primeira experiência, acho que está bom. Depois faço mais testes com o software Silverfast 9.

Um brinde aos meus 40 anos!

Meu aniversário caiu num belo domingo de sol e a comemoração foi a dois num picnic no fim da tarde. Esse ano os encontros foram bem mais restritos do que no ano passado por conta do famigerado vírus e eu ganhei de presente a primeira dose da vacina no final de junho. Teve um dia que fomos à praia andar na areia, molhar os pés na água gelada e renovar os estoques de vitamina D. Voltei a correr em junho e o projeto fitness está dando resultado. Já eliminei os quilos adquiridos na pandemia e alguns gramas adquiridos antes dela.

A praia holandesa não é das mais belas, mas é o que temos
Lola em seu lugar preferido da cama

Em julho, tomei a segunda dose da vacina e passei malzão por um dia e meio. Não quero nem saber como é pegar a doença de fato, por isso sigo com encontros limitados e usando máscara em locais fechados. A onda de calor não deu as caras esse ano e o máximo que a temperatura chegou foi a 27 graus em pouquíssimos dias. Não que eu esteja reclamando, já que o calor abafado dessa cidade é bem desconfortável. Mas não vou mentir que senti falta de nadar um pouquinho. Fica para o próximo verão.

Quanto à bike, agora que estou mais familiarizada com a cidade e sei pegar caminhos melhores do que os que o google maps me recomenda, estou ganhando mais confiança para pedalar por aí sozinha. Saí algumas vezes, mas preciso me aventurar mais. Espero melhorar esse aspecto agora no outono. Estou terminando de fotografar um rolo de filme 35mm e espero não ficar tanto tempo sem postar de novo. É que o verão dura pouco e a prioridade era aproveitar o máximo possível.

Me contem de vocês, já vacinaram? A quantas anda o novo anormal por aí?

You Might Also Like

9 Comments

  • Reply Váh September 27, 2021 at 7:39 pm

    Como assim você tem 40 anos? Tem carinha de 30 no máximo hehe! 😉
    Feliz aniversário atrasado aliás hehe!
    Amei essa tattoo de um gatinho dentro da caixa, achei bem criativa.
    E amei as fotos, ficaram incríveis. Gosto demais de fotografia analógica.

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    • Reply Alê September 29, 2021 at 12:02 pm

      Oi Váh! Se eu te contar que às vezes nem eu acredito que já cheguei aos 40. Estou me esforçando aqui para envelhecer da melhor forma possível. E obrigada pelo feliz aniversário <3
      A tattoo é o gato de Schrödinger e eu tb amo essa tattoo.
      Obrigada pelo elogio, fiquei feliz com o resultado apesar dos vazamentos de luz.

  • Reply Renata Carvalho September 27, 2021 at 8:30 pm

    Que saudaaades que eu tava dos seus posts, Alê! <3
    Nossa que fotos liiindas! Me lembraram demais as fotos da minha infância nos anos 90, a maioria tem esses efeitos de luz e "filtro" natural da época, haha.
    Feliz aniversário atrasado! Espero que vc tenha curtido muito o seu dia.

    Eu já tomei a 1ª dose da vacina em julho e sigo ansiosa pela 2ª, mas tenho que esperar um intervalo de 3 meses entre uma dose e outra (já que foi a pfizer).
    Por aqui em São Paulo já tá quase tudo aberto. Vários lugares com restrições e cuidados, mas pena que não é todo mundo que segue, enfim né kkk. Eu continuo na famigerada máscara e distanciamento sempre que possível.

    Beijos,
    Livro de Memórias

    • Reply Alê September 29, 2021 at 12:05 pm

      Oi, Renata! A estética analógica tem esse gostinho de nostalgia neh? Também amo.
      Obrigada pelo feliz aniversário, foi um dia muito gostoso. <3
      Ah, que bom que vc já tomou a primeira dose, já dá um alívio neh. Siga aí com seus cuidados pq está meio cada um por si neh?
      Beijão!

  • Reply Emerson September 28, 2021 at 11:33 pm

    Por aqui esse novo normal não está nada normal. Estamos usando máscaras ainda. Que vírus é esse, não é mesmo?

    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    • Reply Alê September 29, 2021 at 12:07 pm

      Oi, Emerson. Pois é, por isso me referi ao novo anormal, pq de normal não tem nada mesmo. Seguirei com minha máscara por muito tempo ainda, mesmo que o uso não seja mais obrigatório em vários lugares. Boa semana pra você também. Até!

  • Reply BA MORETTI October 11, 2021 at 4:11 pm

    ai a saudade que eu fiquei de ler teus textos ♥

    me contento com a impressora instax mini pra revelar algumas fotos minhas (tem quebrado um galho legal) mas sempre que vejo fotografias analógicas me pego pensando na delicia que deve ser fotografar e só tempo depois de fato poder olhar o resultado 🙂

    • Reply Alê October 18, 2021 at 12:44 pm

      Own, Bah! Me dá uma alegria ver que você tirou um tempinho para vir aqui e deixar um comentário carinhoso. Faz valer a pena manter esse blog.
      Que legal que você tem uma impressora instax! O importante é ter os registros. Inclusive, preciso fazer uma seleção de fotos para imprimir. Ando sentindo muita falta de fotos no papel. Quanto à fotografia analógica, tem as delícias e umas frustrações também, às vezes hehehe

  • Reply Outono 2021 em 35mm – Um Novo Destino November 13, 2021 at 6:41 pm

    […] tanta informação nas altas luzes, então dá para superexpor sem medo. Fiz a mesma coisa com o Kodak Portra 160 na Kiev 88. Essa dica deu super certo e eu não tive que editar praticamente nada, só cropar porque o pessoal […]

  • Leave a Reply