Viagens

Cruzeiro pelos Fjords da Noruega – Stavanger

June 24, 2016

No post anterior, fiz um diário visual de Londres, onde passamos uns dias antes de pegar o navio rumo aos fjords noruegueses. No porto de Southhampton embarcamos no navio Emerald Princess. Foi a primeira vez que viajei de navio e também foi a primeira vez que pisei na Noruega. Muitas primeiras vezes nessa viagem neh? Confesso que nunca tinha passado pela minha cabeça visitar a Noruega, mas a oportunidade surgiu e eu fui. Se eu recomendo? Recomendo super. Maaaaaaaaaas vá com o bolso preparado porque o bagulho é tenso financeiramente falando.

O navio é definitivamente a melhor forma de conhecer os fjords porque, além de ser mais em conta, você vai realmente ver os fjords de pertinho. A estrutura do navio é excelente e eu nem fiquei entediada durante a navegação (mais de 24hs na ida). O bom é que essa viagem também serviu como um detox de internet. Tem internet via satélite no navio, mas é paga e cara. Nós acabamos pagando para ter notícias de Lola e Amélie (nossas amadas felinas), mas se não fosse por isso, nem teríamos comprado.

_DSF9049

A foto acima foi feita por volta das 10h da noite quando voltamos do jantar que tinha que usar traje formal (por isso o terno). Acho meio desnecessário esse negócio de traje formal, mas tudo bem, foi uma boa oportunidade pra usar uma make e sair gatinha na foto. Parece que todo navio tem esse esquema de jantar mais chique, então tah na chuva é pra se molhar. Por falar em jantar, a comida do navio é ótima! Eu estava meio apreensiva porque não como carne e tal, achei que talvez eu fosse me ferrar com a alimentação. Para a minha agradável surpresa, tinha cardápio vegetariano e era delicioso e eu comi pratos vegetarianos todos os dias. E cada dia era um diferente no jantar.

Desvantagens do navio: o almoço livre era um buffet e tinha muita fila. Não havia lugar suficiente para todo mundo sentar, então a hora do almoço era meio dramática. Outra desvantagem é que o navio parava pouco tempo em cada cidade, então não deu tempo de fazer muita coisa.

_DSF9052

_DSF9055

_DSF9056

_DSF9060

_DSF9059

A primeira cidade onde paramos foi Stavanger, a quarta maior cidade da Noruega com uma população de pouco mais de 200.000 habitantes. Lá encontramos a Sarah, uma amiga brasiliense que foi morar na cidade há 2 anos. Ela foi nossa guia durante as poucas horas que passamos lá. Saímos do navio por volta das 08:30 e fomos passear por Gamle Stavanger (Old Stavanger), já que ainda estava tudo fechado. As casinhas brancas das fotos acima fazem parte da maior coleção de construções em madeira dos séculos 18 e 19 da Europa e são consideradas patrimônio nacional. Não parecem casinhas de bonecas?

_DSF9066

_DSF9071

_DSF9074

_DSF9079

Depois seguimos para o famoso monumento das espadas (Sverd i fjell). As três espadas vikings marcam o lugar onde o rei viking Harald Haarfagre derrotou o último dos príncipes da região no ano 872 e fundou o reino da Noruega. A espada maior representa o rei Harald e as duas menores representam os reis derrotados. O monumento representa também a paz, jás que as espadas estão fincadas numa rocha de onde nunca poderão sair. O dia estava bem nublado e a chuva estava prestes a cair, daí decidimos ir para o Museu do Petróleo. O timing foi perfeito, pois chegamos assim que ele abriu.

_DSF9088

_DSF9086

_DSF9097

_DSF9098

_DSF9102

_DSF9106

Inaugurado em 1999, o museu parece uma pequena plataforma de petróleo quando vista da água. Lá é possível encontrar muita informação sobre a exploração marítima do petróleo e mostra porque Stavanger tem sido a capital do petróleo na Noruega desde que a perfuração começou no mar do norte em 1966. O acervo é bem grande e é lógico que não deu pra ver tudo, mas deu pra ter uma boa noção do quanto a Noruega é rica graças ao petróleo. Saímos de lá com fome e a Sarah nos levou para almoçar num restaurante onde comemos um peixe delicioso, um dos melhores que já comi na vida. Também pudera, a Noruega é um dos maiores importadores de peixe do mundo. A qualidade é excepcionalmente alta graças às águas geladas que fazem os peixes crescerem mais lentamente e desenvolver uma carne mais firme que a dos peixes de água mais quente.

_DSF9111

_DSF9112

_DSF9117

_DSF9120

Depois do almoço fomos passear pela Øvre Holmegate, uma rua cheia de casinhas coloridas. As casinhas são lojas e restaurantes e parece um Caminito Escandinavo. Essa área da cidade faz um contraste bem legal com a Gamle Stavanger e suas casinhas brancas do início do post. Mas as duas áreas são charmosíssimas, cada uma a sua maneira. Depois a Sarah nos levou no supermercado para provarmos o popular queijo marrom. Ela falou o nome do queijo, mas não me peçam para escrever aqui porque realmente não lembro. O fato é que o queijo é do tipo ame ou odeie. Provei e não odiei, mas também não sei se amo. Não foi nenhuma experiência traumática, então estou no lucro. Ele parece um doce de leite salgado. Provavelmente você não conseguiu imaginar esse gosto, mas é isso aí mesmo. Esquisito sim, mas não é ruim. Comeria de vez em quando num pão numa boa.

Após visitar algumas lojas e bater papo tivemos que nos despedir da nossa guia fofa. A chuva já estava forte e tínhamos que voltar para o navio porque já estava na hora de embarcar para navegar novamente rumo à próxima cidade. Foi ótimo reencontrar a Sarah e tê-la como guia e o passeio foi bem proveitoso apesar do pouco tempo que tivemos. Teremos que voltar a Stavanger para explorar um pouco mais que o centro da cidade. Se quiserem saber mais sobre a cidade e sobre como é viver na Noruega, visitem o blog da Sarah clicando aqui.

You Might Also Like

14 Comments

  • Reply Bárbara Hernandes June 24, 2016 at 6:04 pm

    Simplesmente sensacional! Nunca fiz uma viagem de navio e fico pensando se encararia por causa dos enjôos – você não sentiu nada?

    A Noruega é cara, mas é linda. Vale muito a pena visitar mesmo!

    • Reply Alessandra Araújo June 25, 2016 at 9:13 am

      Não senti absolutamente nada, Bárbara! Várias vezes eu até esquecia que estava num navio. Nos fjords o mar é bem tranquilo e nem dá pra sentir muito a navegação. Deu pra sentir mais quando estava em alto mar. A sensação que eu tive foi parecida com estar levemente bêbada. E sim, vale a pena visitar a Noruega pq ela é bem linda mesmo.

  • Reply Taís June 24, 2016 at 10:01 pm

    Que demais, Aleee.. fiquei doidinha aqui com a foto em Sverd i fjell, sou maaaaaaaaaluca pra conhecer esse lugar e tirar uma foto ali no meio dessas espadas, aff <3
    Eu já fiz um mini cruzeiro pela costa do Brasil e como padrão, também tinha essa noite de gala e tals, foi interessante até porque nunca que vou nessas coisas chiques, mas também é um saco ter que levar o trage formal =/
    É ruim parar pouco num lugar assim porque a gente fica doidinha pra conhecer mais, né? Mas com certeza sua viagem deve ter valido muito a pena, ver esses fjords noruegueses é um sonho! <3
    Ansiosa pra ler mais sobre os outros lugares também.
    Um beijo!

    • Reply Taís June 24, 2016 at 10:02 pm

      já vou la conferir o blog da sua amiga tb!

      • Reply Alessandra Araújo June 25, 2016 at 9:21 am

        Taís, se você quiser visitar Stavanger e ir ao Preikestolen, pode ficar na casa da Sarah pq ela está no Couchsurfing. A gente não foi porque não dava tempo, mas vontade não falta. Beijo!

  • Reply Katarina Holanda June 25, 2016 at 8:11 pm

    Que lugar maravilhosooo! Você já deve estar cansada, mas DE NOVO: que fotos incríveis. Eu nunca fui na Noruega, mas é um dos destinos dos sonhos. <3 Vou lá conhecer o blog que você indicou. 😀 Beeijo!

    • Reply Alessandra Araújo June 26, 2016 at 11:19 am

      Katarina, a Noruega é um destino incrível pra quem gosta de fotografar. Isso que eu só senti um gostinho! Com certeza terei que voltar para explorar melhor. Ah, não estou cansada não, viu! Hahaha Beeeijo!

  • Reply Fernanda June 30, 2016 at 1:06 am

    Lindas fotos!

  • Reply Fernanda June 30, 2016 at 1:07 am

    Já pensou em fazer um guia sobre a Ucrânia e mandar pras editoras?

    • Reply Alessandra Araújo July 1, 2016 at 12:20 pm

      Se uma editora me pagasse pra fazer um guia eu toparia. Mas não faço a mínima ideia de como funciona o mercado editorial.

  • Reply Cruzeiro pelos Fjords da Noruega – Olden – Um Novo Destino July 5, 2016 at 8:04 pm

    […] No próximo post contarei como foi a terceira parada desse cruzeiro. Se você chegou aqui agora e quiser ler o post sobre a primeira parada em Stavanger, clique aqui. […]

  • Reply Cruzeiro pelos Fjords da Noruega – Skjolden – Um Novo Destino July 19, 2016 at 6:09 pm

    […] pelos fjords noruegueses. Caso queira saber como foram as duas paradas anteriores, é só clicar aqui e […]

  • Reply Cruzeiro pelos Fjords da Noruega – Bergen – Um Novo Destino August 23, 2016 at 4:48 pm

    […] Cruzeiro pelos Fjords da Noruega – Stavanger […]

  • Leave a Reply