Cultura, Viagens

Um fim de semana em Lviv – Parte 1

December 24, 2014

Nesse último fim de semana tivemos a oportunidade de conhecer Lviv, uma cidade que fica a 540km de Kiev. Nossa amiga ucraniana Anastasia (veterinária que cuidou da Amélie) nos convidou e achamos que seria uma ótima ideia. Alugamos um carro e saímos de Kiev na sexta-feira à tarde. Poderíamos ter ido de trem, mas quando fomos comprar as passagens, só havia lugar na primeira classe e o preço do aluguel do carro ficaria quase igual e ainda teríamos a vantagem de voltar na hora que quiséssemos. Chegamos na cidade por volta das 23h, morrendo de fome. A viagem acabou demorando mais do que o previsto por conta do trânsito na saída de Kiev, além de um acidente na estrada e um desvio chegando em Lviv. Estava chovendo um pouco e muito frio, então a única coisa que fizemos na sexta depois de pegar as chaves do apartamento que alugamos pelo airbnb, foi jantar num restaurante que ficava logo ali do lado.

No sábado, acordamos e fomos tomar café da manhã em um lugar chamado Bonjour e o garçom nos informou que não havia cardápio em inglês. Lá fomos nós desvendar o que estava escrito no cardápio. Percebi que havia uns combos de café da manhã e consegui identificar croissant, café, baguete e alguma coisa caseira em um deles. Pronto, estava ótimo era aquele mesmo. Marido pediu o mesmo e deu tudo certo. A coisa caseira era geléia e a outra coisa que fazia parte do combo era manteiga que agora eu sei que é “maslo” (#fikadika). De lá, fomos dar uma volta pela cidade.

_DSF4697

Assim como em Kiev, encontramos várias street art com críticas à guerra e ao Putin espalhadas pelas paredes. Ainda não consigo ler as mensagens, mas em breve conseguirei (aquela bem otimista), então fica o registro. Para ver mais fotos da cidade, clique na galeria no início do post.

_DSF4735

_DSF4725

Bom, o que eu mais queria conhecer na cidade era o famoso cemitério Lychakiv  fundado em 1786, e foi para lá que nos encaminhamos depois de dar uma volta pela cidade. Esse cemitério é a morada final de várias personalidades da cultura ucraniana e polonesa além de abrigar belíssimas esculturas. Eu gostei bastante de passear por lá, mas sou suspeita pra falar porque adoro um cemitério. Enquanto estávamos lá, a chuva até deu uma trégua e pudemos aproveitar o sol por alguns instantes. A foto acima é um detalhe da escultura que representa o poeta e compositor Ivasyuk Volodymyr, uma das mais cheias de flores por sinal. Ao que tudo indica, ele era bem popular e querido e, para quem tiver curiosidade, é possível encontrar suas composições no youtube.

Para chegar no cemitério, é preciso pegar o bonde número 7 e descer na penúltima estação. O ticket é comprado dentro do bonde e aí tem que furar o papelzinho num furador dentro do vagão. Quando pegamos o bonde, ficamos perdidos sem saber por quanto tempo valia o ticket. Cada ticket vale apenas para uma viagem, mas a gente só descobriu isso quando perguntamos para a Anastasia que chegou na noite de sábado. Ela explicou também que de vez em quando entra um fiscal para checar os tickets e que cada bonde tem uma combinação diferente de furos para evitar que usem o mesmo ticket mais de uma vez.

_DSF4743

Depois do cemitério, fomos a um museu com obras renascentistas, mas confesso que esse é um passeio dispensável, especialmente se você já visitou outros museus da Europa ou até mesmo o MASP. O problema é que o tempo chuvoso e o fato de eu estar resfriada não estavam colaborando, então tivemos que tirar leite de pedra e procurar programas em lugares fechados.

Após o almoço, seguimos para a feirinha de Natal no centro da cidade. Passeamos um pouco por ali e voltamos para o apartamento para descansar enquanto esperávamos a Anastasia chegar com seu amigo Tobi. Assim que eles chegaram, nos encontramos e seguimos para a famosa cervejaria Kumpel (um dos poucos lugares que ficam abertos até mais tarde) e ficamos conversando até 2:30 quando voltamos para o apartamento para dormir.

No próximo post contarei como foi o dia de domingo em Lviv.

You Might Also Like

11 Comments

  • Reply Bárbara December 30, 2014 at 2:49 am

    Oi Alessandra! Nossa, que passeio bacana (tirando o tal do museu…). É sempre bom conhecer lugares novos, né? As estradas por aí são boas?
    Esse cemitério parece lindo! No Brasil eu achava cemitério uma coisa meio creepy mas já visitei alguns aqui na Irlanda e mudei a minha impressão – aqui acho que eles trazem muita paz!

    • Reply Alessandra Araújo December 30, 2014 at 5:01 pm

      Oi Bárbara, sim é ótimo conhecer lugares novos e é o que eu espero conseguir fazer enquanto estiver morando aqui. A estrada para Lviv é ótima, mas não sei como é para outros lugares. Eu gostei bastante desse cemitério e concordo com você que eles trazem paz, eu me sinto muito bem.

  • Reply Lidia January 4, 2015 at 7:35 pm

    Lindas fotos como sempre Alessandra! 🙂

  • Reply Como é o inverno em Kiev? – Um Novo Destino January 16, 2015 at 7:08 pm

    […] foto acima é do cemitério Baikove aqui em Kiev. Já falei que adoro cemitérios no post sobre Lviv, então não poderia deixar de conhecer o daqui. Essa neve ainda era aquela lá de novembro. Já […]

  • Reply Projeto 6 on 6 – кладовище (Kladovishe) – Um Novo Destino March 8, 2015 at 10:48 pm

    […] cemitérios ucranianos: o Baikove em Kiev (as 3 primeiras) e o Lychakiv em Lviv (as 3 últimas). No post sobre a viagem para Lviv contei um pouco mais sobre o cemitério de lá que é bem famoso, tanto que é considerado um ponto […]

  • Reply Projeto 6 on 6 – прилеглих міст (prilehlikh mist) – Um Novo Destino April 6, 2016 at 1:13 pm

    […] em dezembro de 2014. Tem post aqui no blog contando como foi o fim de semana que passamos lá (parte 1 e parte 2). Além disso, as 3 fotos acima foram feitas com câmera analógica e são inéditas aqui […]

  • Reply Um passeio pela floresta – Um Novo Destino April 15, 2016 at 7:15 pm

    […] o tram em Kiev, mas essa semana eu vivi essa experiência pela primeira vez. Eu já tinha usado o tram de Lviv para visitar o cemitério, mas o de Kiev ainda era novidade pra mim. Até que minha amiga brasileira me convidou para um […]

  • Reply Road Trip pela Ucrânia – Uzhgorod – Um Novo Destino May 13, 2016 at 5:59 pm

    […] já foi nossa terceira visita, nem fizemos fotos. Mas se você quiser saber mais sobre ela clique aqui e aqui. Bom, no dia seguinte pegamos a estrada rumo à Uzhgorod, cidade que faz fronteira com a […]

  • Reply Leonardo Lakonski December 1, 2017 at 3:14 pm

    Eu senti vontade de dançar “Face To Face da Siouxsie And The Banshees” em meio a esse túmulos.

    • Reply Alessandra Araújo December 2, 2017 at 1:07 pm

      Olha, um gótico detectado! hahahha Esse cemitério é bem legal, Leonardo. Se um dia for pra Lviv, não deixe de visitá-lo.

    Leave a Reply