Cotidiano

Há um ano vivendo na Ucrânia

October 5, 2015

Ontem eu completei um ano vivendo na Ucrânia, mas ainda não caiu a ficha, parece que cheguei há uns três meses apenas. Apesar de várias coisas terem acontecido durante esses doze meses, eu não sinto que deixei o Brasil há tanto tempo assim. Pode ser porque eu não estava muito satisfeita com a vida que eu estava levando em Brasília e, como a vida que eu levo aqui é bem mais tranquila, talvez eu ainda esteja em clima de férias. Claro que o fato de eu gostar de mudanças e desapegar fácil das coisas contribuiu um bocado para o meu processo de adaptação. E pode parecer estranho, mas eu me senti em casa assim que pisei nessa terra. Até agora, tudo tem sido muito legal e eu não tenho nada do que reclamar.

_DSF4865

_DSF5129

_DSF5198

Achei que ia sofrer muito com o primeiro inverno, mas até que foi bem mais tranquilo do que eu imaginava. O pessoal daqui diz que esse último inverno foi bem mais ameno que os anteriores, o que me deixa um pouco apreensiva. A minha sorte é que eu gosto muito de ficar em casa e isso ajuda bastante nos meses gelados. Ter tempo para ler, assistir filmes, fotografar, desenhar, brincar com as gatas, pesquisar coisas na internet e até cozinhar é maravilhoso. Eu não tinha tempo para fazer nada disso em Brasília. Passei os últimos quatro anos apenas trabalhando e estudando pra concursos e isso estava acabando comigo. A mudança veio como um bálsamo e me trouxe a leveza que eu tanto buscava.

_DSF5171

_DSF5438

Durante esses doze meses recebemos várias visitas e começamos a explorar o leste europeu, além de outras cidades da Europa. Primeiro fomos para Lviv em dezembro, depois para Berlin em janeiro e, em agosto, conhecemos Budapeste, Viena e Cracóvia. Por fim, em setembro visitamos Roma pela segunda vez. Qual será o próximo destino? Não dá pra saber ainda, mas garanto que tudo será devidamente compartilhado por aqui.

13

Claro que nem tudo são flores e há uma coisa que ainda não está como eu havia imaginado. Achei que em um ano eu estaria falando ao menos o básico da língua e não, não estou. Consigo ler, mas não tenho vocabulário o bastante para entender o que eu leio. Sei cumprimentar, agradecer, fazer pedidos em restaurantes, sei números, cores, comidas e algumas outras palavras. Mas conversar mesmo? Sem chances, estou muito longe disso. Estou terminando um curso em áudio e vou começar um outro no Duolingo. Provavelmente o fato de eu estudar sozinha contribua para esse meu avanço lento, já que me falta um pouco de disciplina, mas é o que dá pra fazer por enquanto. Enfim, resolvi escrever esse post só para a data não passar em branco, já que o primeiro ano é o mais intenso de todos. Em breve o blog também completará um ano e aí eu vou tentar fazer um post um pouco mais elaborado.

Fotos por A. Araújo e R. Dourado.

 

You Might Also Like

57 Comments

  • Reply Bárbara Hernandes October 6, 2015 at 12:25 am

    Alessandra, parabéns! Morar em outro país pode ser uma experiência muito enriquecedora, né? Eu tenho alguns amigos que são de/vivem em Brasília e essa coisa de estudar pra passar em concurso é uma realidade muito forte. Parece que é todo mundo obrigado a fazer isso!

    Acho que você tem que se considerar vitoriosa com o seu “pouco” ucraniano porque gente, ucraniano não deve ser nada fácil… E o seu marido, consegue se comunicar bem?

    • Reply Alessandra Araújo October 6, 2015 at 10:27 am

      Obrigada, Bárbara! Verdade, tem sido mesmo uma experiência enriquecedora. Pois é, Brasília respira concurso e rola uma pressão horrível e eu estava bem cansada disso. Quanto à língua, é bem mais difícil do que eu imaginava. Meu marido desistiu de estudar há muito tempo! Eu estou muuuuito mais avançada que ele.

      • Reply michael cuadal December 4, 2016 at 1:41 am

        Saudações meu nome é Michael Cuadal. moro em Manaus. Tenho planos de visitar a Ucrânia, mas gostaria de saber como está a situação da guerra por aí. Já acabou? Já é seguro viajar para conhecer o país?

        • Reply Alessandra Araújo December 12, 2016 at 12:34 pm

          Oi Michael, bem vindo ao blog! A guerra continua no leste do país e é seguro sim viajar pelo oeste do país. Pode visitar a Ucrânia sem medo.

          • Michael cuadal December 22, 2016 at 3:03 pm

            Bom dia. Essa região segura fica na direção do mar ou na direção da Europa? Quanto custa por mês um apartamento de solteiro? Em dólar e Reais? Por favor. Grato. Estou planejando ficar um tempo aí e visitar algumas cidades no interior do país.

          • Michael cuadal December 22, 2016 at 3:20 pm

            Esse é meu email pessoal michaelscorrea@hotmail ou ad no FACEBOOK Michael Cuadal para conversar mais e amadureteral essa idéia de eu ir morar aí. Obrigado.

          • Alessandra Araújo December 26, 2016 at 1:50 pm

            Oi Michael, a região segura fica na direção da Europa. O valor do aluguel depende da localização e você pode pesquisar nesse site: http://www.kievintlrealty.com/. Você pode ficar no país até 90 dias sem precisar de visto. Consulte o site da embaixada para mais informações: http://brazil.mfa.gov.ua/pt

    • Reply Ricardo November 21, 2017 at 5:47 pm

      Oi,É difícil arrumar um emprego na ucrania?

      • Reply Alessandra Araújo November 21, 2017 at 6:24 pm

        Oi Ricardo. Olha, sem falar bem russo ou ucraniano é difícil sim.

  • Reply Ana October 6, 2015 at 9:41 am

    Olá Alessandra! Feliz 1 ano na Ucrânia. Esse país é encantador. Parabéns pela decisão de morar fora do Brasil, aprender uma nova língua e cultura. Tem vezes que penso na minha própria decisão e me considero uma corajosa, mas também uma privilegiada! Não se cobre muito quanto à língua. Eu mudei pra cá de vez em 2012 e ainda continuo aprendendo. Confesso que durante o 1 ano eu só sabia fazer o que você citou no texto. Isso vem com o tempo, nem se preocupe! Mas acho importante participar de cursos regulares, comigo funcionou melhor do que quando eu estudava sozinha em casa.
    P.S eu definitivamente preciso visitar seu blog com mais frequência. É muito gostoso de ler e as fotos são sempre uma inspiração.
    bjão de Fürth
    Ana

    • Reply Alessandra Araújo October 6, 2015 at 10:42 am

      Oi Ana, obrigada! Língua é algo que a gente nunca para de aprender neh. Nós já tentamos contratar uma professora particular, mas não deu certo. Vamos ter que procurar de novo. Fiquei muito feliz com seu elogio, Ana! Minhas fotos não chegam nem aos pés das suas. Fotografia é outra coisa que sempre temos que estudar pra melhorar e suas fotos são uma super inspiração. Beijão!

    • Reply michael cuadal December 27, 2016 at 12:29 am

      Obrigado. Valeu…

  • Reply K. October 6, 2015 at 5:25 pm

    Aleee, parabéns pelo um ano de Ucrânia! Nada melhor do que dar essas reviravoltas boas na vida quando as coisas andam complicadas, né? E que bom que se sentiu em casa por aí. Ir morar em outro país deve ser algo maravilhoso e ao mesmo tempo tão difícil, mas acho que num balanço geral o lado bom é sempre muito maior. E que as aventuras continuem (e que continue compartilhando por aqui, haha) 😀

    • Reply Alessandra Araújo October 7, 2015 at 9:58 am

      Pra algumas pessoas é bem difícil mudar de país, Kah. Mas eu procurei encarar tudo da forma mais leve possível e funcionou. Pode ter certeza que continuarei compartilhando nossas aventuras por aqui. Beijos!

  • Reply Paula A. October 6, 2015 at 5:41 pm

    Caramba, acredita que eu achava que fazia bem mais tempo que você está aí? Acho que o fato de termos começado a conversar meses antes da sua mudança, processei que você tinha viajado na mesma época que eu. Fico mega feliz em saber que você sua adaptação tem sido suave e positiva, você abriu meus olhos (e o de muita gente, tenho certeza) para a beleza do leste europeu e despertou uma vontade (bem grande) de me fazer conhecer esses lados. Adoro conhecer a Ucrânia pelos seus olhos (e do Rafael), e espero em breve poder ~te conhecer também. 🙂

    • Reply Alessandra Araújo October 7, 2015 at 9:55 am

      Ai Paula, que feliz que fiquei com esse comentário! Era essa mesma a intenção que eu tinha quando criei o blog, mostrar que o leste europeu é tão legal quanto o oeste. Também espero que possamos nos conhecer em breve. Beijos!

    • Reply Ellaine August 21, 2018 at 11:44 am

      Olá! Vc ainda está na Ucrânia? Penso em um dia morar nesse país, mas a questão da língua me assusta…

      • Reply Alessandra Araújo August 21, 2018 at 2:24 pm

        Sim, ainda estou na Ucrânia. Clique em HOME lá no topo da página para ver posts mais recentes. Dá pra aprender a língua online, Ellaine. Use a internet ao seu favor e seja feliz. 🙂

  • Reply Um ano de blog! – Um Novo Destino October 14, 2015 at 3:43 pm

    […] coisa que me motivou a criá-lo foi a vontade de voltar a fotografar. Comentei nesse post que passei os 4 últimos anos antes de me mudar só trabalhando e estudando para concursos e, […]

  • Reply Monique June 10, 2016 at 11:27 pm

    Oi tudo bom me chamo Monique sou modelo é namoro um ucraniano a 4 anos . Como
    Você fez p
    Ficar na Ucrânia por 1 ano? Na vdd eu pretendo morar aí ? Foi fácil tirar o visto p você ??? Desde já muito obrigada

  • Reply Melissa Gaiva October 17, 2016 at 12:08 am

    Estou aprendendo ucraniano com curso pela internet, pra quem estiver interessado: https://preply.com/pt/aulas-ucraniana-online

  • Reply Os desafios de aprender uma nova língua – Um Novo Destino November 2, 2016 at 3:48 pm

    […] escrevi o post de comemoração de um ano vivendo na Ucrânia, comentei sobre a minha dificuldade com a língua. Após dois anos vivendo em Kiev, continuo não […]

  • Reply Pollyane Martins January 23, 2017 at 6:02 pm

    Oi Alessandra! Parabéns pelo blog, muito legal! Adorei saber um pouco mais sobre Kiev. Continuarei acompanhando 😉
    Beijos!
    Polly @diariodepolly

    • Reply Alessandra Araújo February 13, 2017 at 9:53 pm

      Oi Pollyane, obrigada pela visita e pelo comentário! Beijos.

  • Reply JOSÉ DAMASCENO February 7, 2017 at 9:13 pm

    Oi Alessandra, gostei de ver que está se adaptando muito bem e aos poucos com paciência tenta aproveitar ao máximo. Tenho pretensões de ir para a Ucrânia também e gostaria de saber como é o o mercado de trabalho para estrangeiros aí de uma forma geral. Abraços a você e esposo!

    • Reply Alessandra Araújo February 13, 2017 at 9:56 pm

      O mercado de trabalho para estrangeiros é complicado. Os estrangeiros que conheço todos já vieram pra cá com o emprego garantido, normalmente transferidos por alguma empresa. O visto de trabalho deve ser solicitado pela própria empresa. Abraços pra você também.

  • Reply Carol February 17, 2017 at 3:10 pm

    Adorei seu post! Estou pensando em ir apenas para 1 mês, mas não acho nenhuma informação atual sobre custos.

  • Reply Stela Roffer May 21, 2017 at 9:32 am

    Olá Alessandra tudo bem?
    Estou querendo me mudar para a Ucrânia , tenho um namorado ucraniano e pretendemos morar juntos e tudo dando certo nos casaremos e ficarei por lá …
    já fui uma vez por um período curto e só precisei da permissão na entrada do aeroporto…
    Para morar é complicado tirar o visto de permanência? E a documentação necessária??? Espero q vc possa me ajudar pois sei muito bem o quanto é complicado a língua lá e pra me entenderem pior ainda …
    abraços Stela

  • Reply François Jean Saud Rodriguez July 26, 2017 at 11:32 pm

    Olá. Tudo bem?
    Estou em busca de um país com custo de vida mais barato (se comparado ao Brasil).
    A Ucrânia é uma boa opção? Consigo viver com R$1.500,00 reais aí?
    Agradeço

    • Reply Alessandra Araújo July 30, 2017 at 3:34 pm

      Oi François, tudo bem. A Ucrânia tem um custo de vida barato e nesse link você pode ter uma ideia dos preços: https://www.expatistan.com/cost-of-living/kiev Se você consegue viver no país com R$ 1500 vai depender do seu estilo de vida. Vale lembrar que Kiev é a cidade mais cara do país. Espero que eu tenha ajudado. 🙂

  • Reply Rogério Mello September 4, 2017 at 10:38 am

    Bom dia, Alessandra.
    Encontrei o teu canal através do Google hahahahaha.
    Me chamo Rogério Mello. Há alguns dias, estive em Kiev.
    Daqui a poucos meses, voltarei para a Ucrânia, provavelmente para morar.
    Gostei bastante da minha primeira visita, foi um sonhos realizado porque há alguns anos faço palestras sobre “A Radiação Ionizante como Protagonista Mutagênico: Os Efeitos da Tragédia de Chernobyl na População, nas Crianças e no Meio Ambiente”. Desde que comecei a fazer essa palestras na Universidade, surgiu um imenso interesse em visitar este país. E devido a acontecimentos inesperados (e cinematográficos) finalmente pude viajar até Kiev.
    Pretendo estudar Educação Física na Ucrânia e trabalhar com Treinamento Físico, além de tentar difundir o Reiki também.
    Como estão as coisas aí?
    Eu percebi que a vida em Kiev é bem custosa mesmo.
    Antes eu pensava que a Ucrânia operava com Euros, mas eles atuam com Grívnia (Hryvnia) e a diferença entre ela e o Euro é astronômica.
    Tu foi a trabalho, a estudo ou para ambos? Conte um pouco sobre como foi a confecção do teu visto, se foi tranquila, se tu foi até o Consulado de Moema-SP ou se tu foi no de Brasília (já que tu morava lá kkkkk), e sobre a tua carta-convite (se foi de empresa ou de universidade). Ah, e como funcionou a manutenção do visto? Primeiramente, tu recebeu o de 3 meses e foi renovando?
    Um grande abraço e parabéns por suportar o frio daí.
    Ah, eu filmei os momentos em que passei em Kiev, em Amsterdam e em Paris.
    Os vídeos estão no meu canal do Youtube: http://www.youtube.com/c/RogérioMello
    Um grande abraço do Rogério Mello.
    Привет!

    • Reply Alessandra Araújo September 4, 2017 at 1:07 pm

      Oi Rogério. Que legal que você realizou o seu sonho de visitar a Ucrânia! Se você quer voltar para estudar, vai precisar de um visto de estudante. Meu marido veio pra cá a trabalho e eu vim acompanhando. A empresa que contrata é responsável por dar entrada no visto de trabalho e no cartão de residente. Brasileiros não precisam de visto para visitar o país a turismo e podem ficar até 90 dias. Para informações mais detalhadas, visite o site da Embaixada da Ucrânia no Brasil: http://brazil.mfa.gov.ua/pt. Abraços!

      • Reply Rogério Mello September 4, 2017 at 5:41 pm

        Oi Alessandra.
        Muito legal mesmo.
        Antes de viajar a turismo, eu já havia ligado para o Consulado (Moema) e tirei as dúvidas com o Cônsul. Agora só estou definindo para saber se a carta-convite será feita pela Instituição onde trabalharei (junto com o Contrato de Trabalho e com o Seguro-Saúde) ou se será pela Universidade. Isso ainda está sendo definido.
        Estou pegando meu histórico da universidade de Educação Física para reunir com os Históricos + Certificado de Conclusão do Ensino Médio (exigido pela Uni) e do curso Técnico de Enfermagem que fiz aqui no Brasil porque esses dois últimos documentos podem contar nesse processo.
        Desejo que vocês tenham visto meus vídeos. Se vocês tiverem vídeos mostrando algumas de suas rotinas aí e algumas curiosidades sobre a região, divulguem porque serão úteis.
        Abração e ótimo final de tarde, nessas 18:40 de Kiev.

        • Reply Alessandra Araújo September 5, 2017 at 12:48 pm

          Oi Rogério! Bom saber que seu processo já está bem encaminhado então. 🙂 Eu vi o seu vídeo e achei bem legal que você até preparou syrnyky, meu prato ucraniano preferido. Eu não tenho vídeos, sou meio tímida para isso ehehe. Abraços!

          • Rogério Mello September 11, 2017 at 4:29 am

            Baaaah, Alessandra, Syrnyky é tão gostoooooso! Eu comi mais de 15 naquele vídeo! Kikikikiki! Hihihihihii! Então tu também adora o Syrnyky! Ótimo início de semaninha pra vocês em Kiev. 🙂

  • Reply Natale Souza September 25, 2017 at 5:55 am

    Olá, a segunda foto do post,pertence a qual cidade?

  • Reply Edgard October 7, 2017 at 2:22 am

    Oi Alê. Ainda não nos conhecemos e é a primeira vez que acesso seu blog. Vou te contar um pouco sobre a minha história: Ha 12 anos atrás trabalhei na Ãfrica do Sul, 3 meses em Port Elisabeth e 2 anos em East London. Foi a experiência mais fantástica da minha vida. Bem um dos membos da minha equipe era uma Ucraniana. Me perdoe por não revelar o seu nome. Ela era um modelo de eficiência e dedicação. Isso sem contar a extrema beleza. Ela era absolutamente linda. Morávamos em casas vizinhas, alugadas pela empresa, portanto tinhamos muito contato. Como eramos colegas de trabalho e vizinhos, acabamos ficando muito próximos um do outro, pois faziamos companhia um para o outro e por fim nos apaixonamos. Não tive dificuldades com a lingua pois falo um pouco de Russo e falo fluentemente Alemão. Portanto tive facilidade em organizar meus pensamentos em Ucraniano (Que considero o mais importante quando se aprende uma nova língua: Pensar no idioma que se está aprendendo. Nada de pensar em portugues e traduzir). Fomos exageradamente felizes juntos. Uma felicidade que não enncontrei em nenhuma mulher depois dela principalmente brasileiras. Ficamos sem contato por 12 anos e recentemente nos reencontramos. Percebemos que os sentimentos não mudaram ao longo desses anos e por fim decidimos viver juntos. Ela construiu uma réplica da casa que eu morava na África que era simplesmente maravilhosa. toda em madeira e vidro. Nós dois acabamos morando nessa casa pelo tempo que estivemos na África. Fomos muito felizes juntos. Eu a convidei a morar comigo no Brasil, propus comprarmos uma casa e vivermos juntos aqui, mas ela me falou que era bobagem comprar uma casa pois ela tem uma própria próximo a Kiev e me chamou para vivermos lá. Estou gostando dessa idéia pois não está muito fácil viver no Brasil. Como voce vive aí, gostaria da sua opinião. Insisto para vivermos aqui ou me mudo para a Ucrânia? Estou pensando em criar um blog para contar nossa história juntos pois foi muito bonita e eu quero perpetuar minhas lembranças e compartilhar. Assim que eu criar esse blog, te passo o endereço para voce conhecer nossa história. Mas por favor, me dê sua opinião. Aqui ou aí?

  • Reply Edgard October 11, 2017 at 3:01 pm

    Olá Alê

    Conforme mencionei, criei o blog. Caso voce se interesse em conhecer minha história, segue o link:
    http://minha-historia-na-africa-do-sul.webnode.com/
    Não se trata de um diário, mas sim coisas que vou escrevendo à medida que vou lembrando.
    Iniciei os rascunhos antes de reencontrá-la, por isso o blog dá a impressão de solidão.
    Um abraço e felicidades para vocês

    • Reply Alessandra Araújo November 5, 2017 at 2:20 pm

      Oi Edgar, muito bonita a sua história! Primeiramente, não posso decidir por você e há vários fatores a serem analisados para tomar essa decisão e só você pode ponderar o que vale a pena ou não. Se ela tem uma casa próxima a Kiev, você não tem dificuldade com a língua e não está muito fácil viver no Brasil, faz muito mais sentido você se mudar para a Ucrânia. Se ambos concordarem com essa decisão, tenho certeza que ela vai ser a melhor pessoa para te ajudar nesse processo de mudança. Abraços e boa sorte pra vocês! 🙂

  • Reply Maycon Campos October 18, 2017 at 4:36 am

    Olá Alessandra, tudo bem?
    Uma pergunta, tenho autorização pra morar na ucrânia devido minha descendência.
    Tenho muita vontade fazer uma gradração e morar ai por um tempo mas não sei falar nada de ucraniano, será que eu conseguiria me virar apenas com o inglês, quando for em busca de um trabalho??
    Obrigado!

    • Reply Alessandra Araújo November 5, 2017 at 2:32 pm

      Oi Maycon, tudo bem! Olha, é MUITO difícil se virar aqui, fazer uma graduação e arrumar um emprego só com o inglês. Isso só seria possível se você já viesse pra cá com um emprego garantido em alguma empresa ou órgão internacional. Daí depois você aprenderia o russo ou o ucraniano. Te aconselho a aprender pelo menos o russo básico que vai ser bem útil para pelo menos conseguir ler as informações no site da universidade onde você pretende estudar, já que nem sempre há informações em inglês. O google tradutor ajuda, mas não é suficiente. Espero que eu tenha esclarecido sua dúvida e obrigada pela visita e pelo comentário. 🙂

  • Reply Jane November 29, 2017 at 9:12 pm

    Olá! (privit)!me chamo Jane, Acabei de descobrir seu blog e o pouco que li, já me deu alento!
    Estou em busca de brasileiros que morem em kiev! Há 2 anos que passo temporadas aqui, agora vim pra ficar!
    Vou seguir seu blog! Parabéns vc escreveu coisas lindas desse país tão hospitaleiro.

    • Reply Alessandra Araújo December 2, 2017 at 1:20 pm

      Oi Jane, seja bem vinda! Espero que os posts sejam úteis pra você. 🙂

  • Reply ROBSON CAMPANATI March 16, 2018 at 11:01 pm

    Oi Alessandra, eu moro no Brasil, no Rio, vou com minha esposa à Kiev em 28-04 até 02-05, e estou procurando um guia que fale português ou espanhol para nos ajudar, se for com carro, melhor ainda, sou Católico Ortodoxo, gostaria de conhecer as Igrejas em Kiev e comprar objetos e paramentos Litúrgicos, pois são muito baratos, você conhece alguém que faça esse tipo de trabalho em Kiev, obrigado, Robson

    • Reply Alessandra Araújo March 20, 2018 at 3:35 pm

      Oi Robson, infelizmente não conheço nenhum guia que fale português ou espanhol. Imagino que seja até mais fácil encontrar um guia que fale espanhol. Os tours que já fiz por aqui foram em inglês e a única igreja que já entrei foi na Pechersk Lavra e lá tinha passeio guiado. Talvez tenha em espanhol porque é um lugar bem turístico. Não sou religiosa, então fica meio difícil te ajudar, já que é um tema que não tenho muito interesse. Desculpe. Mas procura em grupos do facebook ou no google por agências de turismo, talvez tenha algo especializado. Boa sorte!

  • Reply Volodemer March 27, 2018 at 6:24 pm

    Antes de ir pra Ucrânia é bom fazer um intensivo de ucraino em Prudentópolis/PR. Apesar de que lá falam o ucraino do século XVIII.

    • Reply Alessandra Araújo May 10, 2018 at 2:35 pm

      É bom mesmo, Volodemer, mas não é necessário para quem vem apenas como turista. Dá para se virar com o inglês. Obrigada por comentar. 🙂

  • Reply EDMILSON RIBEIRO April 18, 2018 at 8:15 pm

    Oi Alessandra, como vai? Estou precisando da sua opiniao, conheci uma ucraniana pela Internet e estamos namorando virtualmente, ela vive me chamando para ir morar com ela na cidade de Luansk, qual sua opinião devo me jogar nesta aventura? pois cada dia q passa fico mas decepcionado com o Brasil.

    • Reply Alessandra Araújo May 3, 2018 at 2:48 pm

      Oi Edmilson, eu vou bem e você? Olha, Luhansk é justamente onde acontece o conflito, no lado leste do país: https://en.wikipedia.org/wiki/Luhansk
      Minha opinião é, se informe MUITO bem antes de tomar qualquer decisão, por mais decepcionado que você esteja com o Brasil. Essa “aventura” pode custar sua vida. Se ainda assim, você decidir ir pra lá, saiba que você terá que entrar pela Rússia, não pela Ucrânia.

  • Reply Aguiberto Camilo Redi May 13, 2018 at 12:42 am

    Olá Alessandra gostei de todas as suas informações que você está dando aqui. Muita vontade de morar fora do Brasil. E vejo hoje à Ucrania como um bom País. Acredito que a maior dificuldade para nós brasileiros seja o idioma. E graças às suas informações hoje sei que devo me preparar (idioma) para então visitar a Ucrânia. Eu moro atualmente em Manaus.

    • Reply Alessandra Araújo August 21, 2018 at 2:19 pm

      Oi Aguiberto! Fico feliz que as informações sejam úteis. Se quiser apenas visitar a Ucrânia, dá pra se virar um pouco com o inglês nas maiores capitais. Se souber um pouco da língua fica bem mais fácil. Quanto a morar, outras questões devem ser analisadas.

  • Reply Tarsos Boro August 21, 2018 at 7:12 pm

    Olá Alessandra, parabéns pelas suas postagens, estava hoje procurando mais sobre a Ucrânia e me deparei com seu blog, enfim saberia me dizer onde posso achar mais informações de empregos e custos de vida?

    • Reply Alessandra Araújo August 23, 2018 at 12:19 pm

      Oi Tarsos, obrigada! Dá uma lida nos comentários anteriores porque essas perguntas já foram feitas nesse post e já coloquei links. Recomendo também procurar no google em inglês ou russo porque vai ter muito mais informações.

    Leave a Reply to EDMILSON RIBEIRO Cancel Reply