Cotidiano, Cultura, Kiev

Passeio guiado pela Mezhyhirya (Museu da Corrupção)

November 28, 2018

Enquanto o Brasil pegava fogo por conta das eleições, resolvemos fazer um passeio guiado em português pelo Parque Nacional Mezhyhirya (a pronúncia é “mejirríria”). Esse é um local que eu queria visitar há muito tempo, mas sempre adiava. O parque está localizado fora de Kiev, então demanda um certo planejamento para ir pra lá. Além disso, eu não queria visitar só o parque, mas queria conhecer especialmente a residência onde viveu Víktor Yanukóvytch, o ex-presidente da Ucrânia.

Há exatos 5 anos, começaram os protestos da Revolução Euromaidan que duraram até fevereiro de 2014, quando Yanukóvytch acabou fugindo para a Rússia e novas eleições foram convocadas meses depois. Até então, os ucranianos não tinham conhecimento da real residência do ex-presidente, já que a casa que ele mostrou para os jornalistas era bem mais humilde (aquele cheirinho de fake news no ar…). Só depois que ele fugiu para a Rússia é que os participantes dos protestos decidiram ir para a Mezhyhirya e descobriram para onde estava indo o dinheiro da população e você pode conferir e se chocar também com as fotos desse post.

Hoje, a Mezhyhirya é considerada a Versailles da Ucrânia. O território é imenso (140 hectares) como você pode perceber pelo mapa. Dá para visitar o parque por conta própria, mas a casa onde Yanukóvyth viveu só pode ser visitada com um guia. Além disso, saber toda a história torna o passeio muito mais interessante, então sempre acho que vale muito a pena contratar um guia. Graças a existência desse blog, Olenka entrou em contato comigo oferecendo uma parceria e agora compartilho aqui com vocês esse passeio e os serviços dessa ucraniana fofa que fala um português impecável.

Ao que parece, o ex-presidente da Ucrânia tinha muito medo de ser assassinado e o bonecão da foto acima é um dos que foram usados em carros da comitiva dele para que as pessoas não soubessem em que carro ele realmente estava. A equipe que trabalhava para ele contava com pessoas especializadas em preparar e provar sua comida porque ele temia ser envenenado. Na foto abaixo, o pão de ouro que virou meme entre os ucranianos. Assim que me deparei com esse pão, foi impossível não lembrar da rede de padarias de Brasília. Não vou colocar link ou citar o nome da padaria porque não estou sendo patrocinada, mas #entendedoresentenderão.

Há vários pássaros em gaiolas dentro da casa e o território conta com um zoológico que nem chegamos a ver. Passamos apenas por algumas avestruzes que eu fotografei, mas decidi não colocar aqui porque já tem foto demais nesse post. Visitar esse lugar foi como entrar num mundo paralelo surreal de luxo e extravagância. Sugiro ler esse post ao som da música “Money” do Pink Floyd e ir pensando no preço de cada material dessa casa. Imagine-se trabalhando e pagando impostos para bancar todo esse luxo enquanto aguarda a black friday chegar para adquirir aquele humilde [insira aqui o seu sonho de consumo].

O lustre da foto acima é todo trabalhado nos cristais Swarovski e na foto abaixo, a igreja particular do ex-presidente. Sim, tem um igreja dentro da casa. Ela foi construída atrás do banheiro privativo do Sr. Yanukóvytch, o que é considerado uma enorme falta de respeito pelos cristãos ortodoxos. Percebe-se claramente que respeito não era lá uma grande preocupação na vida deste indivíduo, não é mesmo?

Há várias TVs espalhadas pela casa e a Olenka contou que os ucranianos dizem que quanto mais TV uma pessoa tem, mais louca ela é. hahahha Amo o senso de humor dos ucranianos. A foto abaixo é da penteadeira da companheira de Yanukóvytch, que não é a mulher com quem ele é casado oficialmente. A casa conta com um quarto para cada um e as dimensões de cada quarto não cabem em uma foto. Mas imagino que a essa altura você já deva ter captado a ideia.

Fiz a foto acima para destacar o piso de mármore do Brasil. Nem sabia que existia mármore específico do Brasil, vivenders e aprendenders. Provavelmente, esse é o tipo de coisa que só gente com MUITO dinheiro tem conhecimento, não é o meu caso. Abaixo, mais um ícone religioso em uma das paredes de madeira finlandesa. A religiosidade desse senhor é realmente impressionante (sim, estou sendo sarcástica).

Em novembro de 2010, a marca Steinway & Sons lançou uma série de pianos em edição limitada para homenagear o John Lennon que comemoraria 70 anos, caso estivesse vivo. A série se chama Imagine em referência à canção que John Lennon compôs num piano Steinway & Sons que ele deu de presente para Yoko Ono em 1971. Um desses pianos encontra-se na casa onde viveu Yanukóvytch. É muita ironia ter um piano em homenagem a um cara que escreveu o verso “Imagine no possessions, I wonder if you can” numa casa repleta de luxo pago com o dinheiro da população ucraniana.

Quando você acha que a ostentação está apenas no interior da casa, se depara com umas colunas gregas na parte externa. Não é réplica, são colunas gregas REAIS E OFICIAIS. E abaixo, o famoso “mar de Kiev”. Na verdade, é o rio Dnipro que fica tão, tão largo nesse ponto que o pessoal chama de mar. Mas se você olhar com bastante atenção, dá pra ver a outra margem, mas está realmente beeeeeeem distante.

O barco da foto acima é um restaurante onde aconteciam as festinhas nada casuais que duravam dias e eram regadas a MUITA bebida alcoólica e comida. Abaixo, uma parte da singela coleção de carros de luxo soviéticos. Se você está se perguntando: “carros de luxo soviéticos? e o comunismo?”. O escritor George Orwell já respondeu essa pergunta na fábula A revolução dos bichos onde o lema era “todos os bichos são iguais, mas alguns bichos são mais iguais que os outros”.

As fotos acima são da casa de hóspedes e a vista da casa de hóspedes. Os ucranianos brincam que é a casa do presidente da Rússia (aquele que não deve ser nomeado no meu amado blog), mas parece que ele nunca nem sequer pisou nessa casa. Por fim, eu e Olenka rindo para não chorar depois dessa overdose de luxo e ostentação. Afinal, girls just wanna have fun e a experiência foi única. O parque é bem lindo e tenho certeza que nunca mais terei a oportunidade de entrar numa casa desse tipo na minha vida.

Para contratar a Olenka, é só clicar nesse link: Amigo em Kyiv. Ela faz esse e outros passeios pela cidade. Se você caiu de paraquedas nesse post e não faz ideia do que foi a Revolução Euromaidan, clique nesse post onde eu indiquei um documentário que explica bem tudo que aconteceu em Kiev entre novembro de 2013 e fevereiro de 2014. A anexação ilegal da Crimeia e o conflito no leste do país foram respostas aos protestos da Euromaidan. O assunto é bem complexo, envolve política e herança histórica. Por isso é impossível explicar tudo em um post. Mas eu venho aprendendo muito e compartilhando um pouco por aqui ao longo dos últimos 4 anos. Espero que vocês estejam curtindo aprender junto comigo.

You Might Also Like

7 Comments

  • Reply Bárbara November 30, 2018 at 12:29 pm

    Alê, amei esse post. É surreal pensar que líderes políticos possam viver às custas do povo assim, na cara dura, hipócritas mercenários! Como você mesma falou, o luxo e exageros da casa desse cara são tão bizarros… parece até mentira, né? Essa história de mármore brasileiro eu também não conhecia não. E sobre as colunas gregas… que merda, que merda. 🙁 No mais, bom saber que tem guia legal em Kiev que fala português (!), quando formos, quero com certeza fazer uns tours guiados pra entender mais da história do país. Beijos!

    • Reply Alessandra Araújo December 3, 2018 at 3:42 pm

      Oi Bárbara! Feliz que você curtiu. Foi realmente surreal visitar esse lugar e isso é só um pequeno recorte de tudo que eu vi e fotografei. Só indo lá mesmo pra ver com os próprios olhos o absurdo que é. E não pense que ele é o único. Há vários oligarcas que dominam esse país e provavelmente vivem num mundo paralelo como esse. Se vierem pra cá, entrem em contato com a Olenka que eu tenho certeza que vocês não vão se arrepender. Beijos!

  • Reply William Lopez December 4, 2018 at 12:38 pm

    Ola Alessandra, (desculpe a falta de pontuacoes, tou a escrever num computador com teclado ingles que a disposicao da pontuacao sao diferentes dos europeus) eu visitei ainda so por fora, e fiquei de entrar na casa, porque pelo menos para conhecer tudo acredito ser preciso 2 dias, eu perdi um dia inteiro so andando “no jardim” ca fora, que e enorme … Mas pretendo visitar a casa em breve, contactei voce pelo instagram, eu vivo na Ucrania tambem. Abraco e parabens pelo blog, estou comecando o meu blog tambem.

    • Reply Alessandra Araújo December 4, 2018 at 1:12 pm

      Oi William, seja bem vindo! Sim, a parte externa é enorme mesmo. Espero que você consiga visitar a casa também. Obrigada pelo elogio e por comentar! Abraços.

  • Reply Memórias do Outono – Um Novo Destino December 4, 2018 at 2:15 pm

    […] o Parque Nacional Mezhyhirya, onde fizemos um passeio guiado em português e eu contei como foi no último post. Como já tinha bastante imagem naquele post, separei a foto abaixo para compartilhar nesse porque […]

  • Reply Ana Poli December 10, 2018 at 9:12 am

    Eu nao sei muito da história da Ucrânia (vou ler seus outros posts depois), mas, caramba hein! Dá até vontade de rir mesmo (de desespero) vendo essas fotos!! Nao consigo nem imaginar a cara de pau que uma pessoa tem que ter pra ser tao corrupto assim 🙁

    • Reply Alessandra Araújo December 24, 2018 at 10:13 pm

      A história da Ucrânia é interessantíssima, especialmente a história recente que acabou refletindo nas eleições do nosso país. Infelizmente, essa cara de pau está espalhada em vários lugares pelo mundo, Ana…

    Leave a Reply to Alessandra Araújo Cancel Reply