Browsing Tag

Vida de expatriado

Cotidiano

Como está a vida?

July 23, 2019

A minha anda movimentada e a de vocês? Sei que algumas pessoas que sempre comentam aqui também andam com as vidas bem movimentadas, cheias de mudanças. Por isso os blogs andam meio abandonadinhos. Afinal, viver é mais importante e muitas vezes não sobra tempo mesmo para preparar posts. Me mudei para a terra das bicicletas há 5 meses e ainda estou em processo de adaptação. Mudar de casa e de cidade já dá aquela chacoalhada na vida, imagina mudar também de país? Pois é, a saída da zona de conforto aqui aconteceu no nível hard.

A emoção começou antes da mudança propriamente dita, com toda a preparação de documentos das gatas, organização do envio dos móveis, procura de apartamento, a viagem com as gatas e, no meio disso tudo, marido começou a estudar holandês e eu troquei as aulas de ucraniano pelas de russo porque já estava no inferno das línguas eslavas e resolvi abraçar logo o capeta. Além disso, continuei comparecendo religiosamente às aulas de yoga 3 vezes por semana.

Continue Reading…
Viagens

Hora de nadar em outra direção

August 23, 2018

Ando sumida do blog porque a vida anda bem movimentada esse ano e tenho viajado bastante. Ainda nem tinha terminado de editar as fotos de Moscou e tive que viajar de novo para passar três semanas no Brasil e encerrar um ciclo da minha vida. Fui dizer um grande adeus à administração pública brasileira. Não vou entrar nos pormenores do processo para poupar vocês da chatice, mas o fato é que estou muito feliz que agora a fotografia é oficialmente a minha profissão.

Tem gente que não suporta mudar, eu adoro. Como diria Bowie, “Ch-ch-ch-ch-changes! Turn and face the strange”. Acho que tenho um espírito meio cigano. A ideia de passar 30 anos trabalhando no mesmo lugar nunca me agradou.  Nunca comprometi meu dinheiro pagando financiamento de imóvel porque tenho pavor de prestação. Ficar um longo período morando no mesmo lugar? No, thanks. Levei 33 anos pra mudar de cidade, mas mudei. Antes tarde do que nunca.

Continue Reading…