Cultura

Botando a Ucrânia no mapa

March 9, 2016

Estava doida para parafrasear Thaynara OG e encontrei a oportunidade perfeita. Se você ainda não sabe quem é ela, pergunte ao pai Google. Bom, esse post não é pra falar da Thaynara, mas sobre a repercussão positiva do documentário “Winter on Fire: Ukraine’s Fight for Freedom”. O filme perdeu o Oscar para o documentário sobre a Amy Winehouse, o que já era esperado porque a academia adoooora um filme beeem dramático. Não que “Winter on Fire” não seja dramático, mas é um outro tipo de drama, se é que vocês me entendem. Porém, só dele ter sido indicado ao Oscar já é algo relevante como eu comentei nesse post. E eu estou adorando saber que muita gente assistiu e gostou de saber melhor sobre o que foi a Revolução Euromaidan, já que a imprensa brasileira não foi capaz de cumprir bem o papel de informar as pessoas.

Não costumo falar sobre questões políticas aqui no blog porque esse definitivamente não é o foco. Mas percebo que há muita desinformação e confusão em relação à anexação da Criméia pela Rússia, a Euromaidan e o conflito no leste. Apesar dos três assuntos estarem relacionados e terem acontecido meio que simultaneamente, não é tudo a mesma coisa. Isso é reflexo da forma como a imprensa tratou o assunto, ou seja, bem superficialmente e acabou gerando uma confusão enorme na cabeça das pessoas.

Bem, não vou explicar cada ponto aqui porque são assuntos bem complexos e, como eu disse, não é o foco desse blog. Só fiz essa introdução porque a moça do vídeo que vou compartilhar se refere à Euromaidan como “a guerra” e eu fiquei na dúvida se ela confundiu a guerra no leste com a Euromaidan ou se ela estava se referindo ao fato da praça ter virado um verdadeiro campo de guerra. Baseada também nos vários comentários que ouvi quando soube que viria morar aqui, achei que seria válido fazer esse pequeno esclarecimento. Clique no vídeo para saber um pouco mais sobre os indicados ao Oscar na categoria “Melhor Documentário”.

Outro vídeo que assisti recentemente e que fez comentários positivos sobre o “Winter on Fire” foi o da Júlia Petit comentando o Oscar com o crítico de cinema Roberto Sadovski. Se você não tiver com paciência para assistir o vídeo inteiro, eles começam a comentar sobre o documentário no minuto 23. Mas se você estiver de bobeira, assista o vídeo todo porque eles comentaram o Oscar de maneira bem divertida, sem frescura, sem afetação, parece uma conversa entre amigos. Garanto que é melhor do que assistir aquela cerimônia chatíssima e os comentários deles não são do tipo Glória Pires.

Ainda não assisti o documentário da Amy, mas assisti o da Nina Simone que é muito bom. Todos estão no Netflix, então se você ainda não assistiu nenhum desses, fica a dica. E se você está chegando aqui agora, já falei sobre “Winter on Fire” aqui e aqui. Se quiserem me indicar algum documentário legal, deixem aí nos comentários. Ou se quiserem me indicar algum canal legal no You Tube, comentem também.

 Fonte da imagem do mapa: Ukrlandia

You Might Also Like

9 Comments

  • Reply Katarina Holanda March 10, 2016 at 3:51 pm

    Eu to DOIDA pra ver Winter on Fire, vou tentar assistir hoje. Amy é devastador. Torci por ele no Oscar, mas não vi todos ainda.
    Muito legal o post, adoraria outros sobre esse tema. Como você falou, tudo fica muito confuso pela forma como a imprensa coloca.

    • Reply Alessandra Araújo March 11, 2016 at 11:16 pm

      Oi Katarina! Prepara o coraçãozinho para o “Winter on Fire” que o bagulho é tenso. E sobre a situação na Ucrânia, recomendo os vídeos da Vice. Eles fizeram uma cobertura bem completa do conflito no leste.

  • Reply Fernanda March 31, 2016 at 1:49 am

    Canais no YouTube eu assisto o da Tati Feltrin sobre livros, Isabela Boscov e Pipocando sobre filmes, Pirula sobre assuntos diversos (ponto de vista crítico/científico), e Niina Secreta, q tá fazendo um diário de dieta, hehehe. E nada sobre maternidade, já que temos muita realidade por aqui!

    • Reply Alessandra Araújo April 6, 2016 at 1:24 pm

      Oi Fê! Vou dar uma olhada no canal da Isabela Boscov, pois é o único que ainda não conheço desses que você indicou. Obrigada pelas sugestões! :-***

  • Reply Fernanda April 9, 2016 at 3:58 pm

    Isabela escreve sobre cinema na veja. Tem outro de livros q descobri recente, Livrada, acho q vc pode gostar. O cara lê muito autor da Europa central/oriental!

    • Reply Alessandra Araújo April 15, 2016 at 7:20 pm

      Conheço o Livrada também, mas não acompanho sempre. Tem a Isa do Lido Lendo que gosta bastante de literatura russa e mora em Brasília. Se você não conhecer, vale a pena dar uma conferida no canal dela.

  • Reply Fernanda April 19, 2016 at 6:03 pm

    Já vi! Ela é fofa, tem gosto bem eclético! Já que vc está se aventurando na literatura russa, vou te mandar uns livros em português pela minha mãe.

  • Reply Alexander Silva Araújo January 15, 2017 at 5:25 am

    Filha, gostei bastante deste documentário sobre o Oscar. Os dois são muito bons! E valeram as dicas de filmes também, porque o alienado aqui não tinha notícia de vários! =O Acertando o sorvete na testa….

    bjo.

    • Reply Alessandra Araújo January 15, 2017 at 9:24 pm

      Oi pai, que bom que gostou dos vídeos! Tem muito filme bom por aí e olha que eu nem sou tão atualizada. Procuro dar umas dicas de filmes que têm relação com a Ucrânia por aqui. Beijos.

    Leave a Reply