Cultura

A Vênus das Peles – Leopold von Sacher-Masoch

March 22, 2017

Em fevereiro, li mais um livro que tem relação com a Ucrânia. O escritor Leopold von Sacher-Masoch nasceu em Lviv (que se chamava Lemberg) em 1836 e, nessa época, a cidade fazia parte do império Austro-Húngaro. Você pode nunca ter ouvido falar desse livro ou desse autor, mas com certeza conhece o termo masoquismo. Pois bem, esse é o tema central de “A vênus das peles”, porém ainda não existia um nome para essa tendência em 1870, ano de lançamento do livro que imortalizou Masoch. O psiquiatra Richard von Krafft-Ebing foi o responsável por criar o termo que deriva do nome de Masoch e seu trabalho repercutiu nos meios intelectuais e literários de todo o mundo ocidental. Em 1905, Freud publicou os “Três ensaios sobre a teoria da sexualidade” e usou o mesmo termo, popularizando-o de vez.

A história de Masoch também serviu de inspiração para a música “Venus in Furs” da banda Velvet Underground. Essa música é uma das faixas do famoso “disco da banana” e esse vinil lindo da foto abaixo foi comprado aqui em Kiev. Confesso que só fui descobrir a conexão entre o livro e a música depois que visitei o bar temático que leva o nome do autor e fica em Lviv, sua cidade natal. Aí pronto, me senti na obrigação de ler o livro neh!

_DSF0561

_DSF0555

_DSF0536Existe também um filme do diretor polonês Roman Polanski que leva o mesmo nome e faz referência tanto ao livro de Masoch quanto à música do Velvet Underground. Eu assisti o filme bem antes de ler o livro, mas não atrapalhou em nada a minha experiência de leitura, já que ele não é uma adaptação do livro, mas de uma peça de teatro que leva o mesmo nome. Clique abaixo para assistir o trailer.

O livro traz referências a Goethe e a Gogol e a vestimenta de pele usada pela personagem Wanda leva o nome de kazabaika (transliteração da palavra original). Perguntei para a minha professora se essa palavra faz parte do vocabulário ucraniano e ela disse que existe essa palavra no bielorusso (кацавейка). As mulheres eslavas gostam bastante de casacos de pele e é bem comum encontrá-las vestidas neles durante o inverno. Porém, o nome mais comum em ucraniano é щуба (chuba) e é lógico que eu associei essa palavra com Chewbacca hehe.

_DSF0549

_DSF0553

A escrita de Masoch é bem sofisticada e, apesar de ser considerado literatura erótica, não há descrições explícitas do ato sexual em si. O foco é muito mais na relação entre submissão e poder tanto dentro quanto fora de quatro paredes. O leitor entra em contato com a experiência de prazer pelo sofrimento físico e moral de Severin.

O exemplar que eu tenho é da editora Hedra e eu acho a capa bem bela. Além disso, essa edição conta com uma introdução excelente que explica a importância e a influência dessa história ressaltando o aspecto psicológico do tema abordado por Masoch. Eu adoro quando o livro vem com essas informações extras que ajudam a entender melhor a história. E o que dizer dessa orelha maravilhosa com direito a uma bela alfinetada em um certo livro erótico contemporâneo? Fica a dica para quem curte analisar os mistérios dos comportamentos humanos.

You Might Also Like

5 Comments

  • Reply Tany March 23, 2017 at 4:59 am

    Nossa, eu não conhecia seu blog, mas tô morrendo de amor.
    Não conhecia também nada disso, e na verdade, só tinha ouvido falar do filme que tá na minha watchlist, e da música, mas agora deu uma vontade absurda de consumir tudo que você disse nesse post pra ir ligando as entrelinhas. Você escreve bem demais. <3

    Beijos!

  • Reply Road Trip Alemanha – Cologne (Köln) – Um Novo Destino April 28, 2017 at 1:34 pm

    […] a própria arte. Essa obra do Andy Warhol é a capa do disco da banda Velvet Underground e tem post aqui no blog relacionado a isso. O Thomas Baumgärtel pinta as bananas em prédios onde funcionam espaços […]

  • Reply Izzy May 10, 2017 at 4:19 am

    Estava sentindo falta de ler os teus escritos. E cá estou em atraso e em um post antigo.
    Nunca tinha ouvido falar nesse livro e nem no seu respectivo autor. E não fazia ideia da relação disso tudo com a “Venus in Furs”. Alê é cultura, Alê é informação.
    Ah, adorei o seu picture disc! E acredito que o seu reading-challenge-2017 esteja a todo vapor! O meu tá parado na escuridão.

    • Reply Alessandra Araújo May 11, 2017 at 10:53 am

      Oi Izzy! Que bom que você apareceu aqui novamente. Nunca é tarde para descobrir as coisas neh? Escuto Velvet Underground há um tempão e também não fazia ideia dessa relação antes de vir morar na Ucrânia. Meu reading-challenge está meio empacado pra falar a verdade… Estou na luta para terminar de ler um livro que acho que comecei em março!

    Leave a Reply