Cotidiano, Kiev

Como é a segurança em Kiev?

October 28, 2014

Quando ainda estava no Brasil, perdi as contas de quantas vezes ouvi as frases “Você é louca?! Vai morar na Ucrânia, um país em GUERRA?!”. E cada vez que eu ouvia isso ou percebia a cara de espanto das pessoas, uma fúria crescia dentro de mim. E a minha vontade era responder “Cala a boca, você nem sabe do que está falando”, mas conseguia me conter. O que mais me impressiona é que muitas vezes essas frases eram proferidas por pessoas que eu achava que eram bem informadas. Mas infelizmente, muita gente acredita apenas nas notícias superficiais que a mídia apresenta.

Por mais que eu explicasse que o conflito não estava acontecendo em Kiev, as pessoas não acreditavam em mim. Elas achavam que Kiev ainda estava do jeito que elas viram nos jornais no início do ano, quando aconteceram os protestos na Maidan. E essa foi uma das motivações para criar esse blog, mostrar que não tem mais tiro, porrada e bomba em Kiev.

O conflito está no leste da Ucrânia e muitas cidades já foram tomadas dos separatistas pelo exército ucraniano. E eu me sinto mais segura aqui do que me sentia no Brasil. E não me olhe assim porque você sabe que é verdade. Aqui eu posso andar tranquilamente pelas ruas carregando a minha câmera e mexendo no meu celular sem medo de ser assaltada. Posso entrar no metrô lotado sem medo de ser encoxada e ninguém tenta enfiar a mão na minha bolsa. Posso sentar num restaurante sem medo de arrastão. O prédio onde eu moro não é cercado por nenhuma grade. E é possível voltar pra casa a pé à noite que ninguém vai me fazer mal algum.

“Ah, mas a Rússia pode jogar um míssil em Kiev!”. Pode, assim como você pode sofrer um acidente de carro hoje. “Ah, mas pode acontecer um atentado terrorista no metrô!”. Pode, assim como você pode sofrer um sequestro relâmpago ao sair do supermercado ou do shopping. Se brincar, a probabilidade de acontecer um acidente de carro ou um sequestro relâmpago no Brasil é muito maior do que a probabilidade de cair um míssil ou acontecer um atentado terrorista em Kiev.

É triste constatar que no Brasil também tem guerra. Ela não é declarada, mas assombra o tempo todo porque a qualquer momento você pode ter uma arma apontada pra sua cabeça. A paranóia é constante. Isso sim é loucura. Então, sinto muito em decepcionar aqueles que me chamaram de louca por vir morar aqui, mas a minha mente está em paz, mesmo morando num país em conflito. Falando em conflito, leia o relato da minha amiga Manu Matioli que acompanhou um comboio humanitário em uma cidade do leste da Ucrânia.

You Might Also Like

8 Comments

  • Reply Lidia November 7, 2014 at 10:19 pm

    Entendo totalmente. Os números da violência que temos no Brasil são próximos aos (ou mais altos que) números de países em guerra civil, e a paranóia é realmente grande. Eu só fui saber o que é andar na rua sozinha tarde da noite depois que me mudei…

  • Reply Alessandra Araújo November 7, 2014 at 10:45 pm

    Pois é, nosso país é pacífico por um lado e extremamente violento por outro… E essa é uma das primeiras coisas que a gente percebe quando se muda.

  • Reply Jac November 10, 2014 at 3:01 pm

    Super te entendo, gata.
    Desfrute das diferenças positivas da Ucrânia!

  • Reply Cleomir Machado Gomes November 17, 2014 at 12:44 pm

    Estive em Kiev em agosto agora, fui conhecer minha namorada hehe. Fiquei lá por quase duas semanas e tive a sensação que é mais seguro que o Brasil mesmo. Sei que o país está numa situação difícil e pode demorar pra resolver o conflito, mas pretendo ir morar lá em torno de um ano, só voltei pra aprender a falar russo/ucrâniano e pegar uma experiência profissional pra não ter muita dificuldade pra arrumar emprego. Aqui todo mundo diz que fui louco de viajar pra lá e ainda mais louco de ir morar lá haha não estou nem aí pra eles, não sabem de nada…

    • Reply Alessandra Araújo November 17, 2014 at 2:29 pm

      É isso aí, Cleomir! Não sabem de nada mesmo. Não dê ouvidos, venha e faça o que seu coração mandar e tenho certeza que será muito feliz. Aproveite esse ano para se preparar mesmo e faça uma poupancinha para se virar por aqui caso demore um pouco para arrumar um emprego.

      Obrigada pelo comentário!

    • Reply William Lopez December 4, 2018 at 12:30 pm

      E ai Cleomir conseguiu mudar se para a Ucrania?

  • Reply Kiev em analógica – Um Novo Destino June 10, 2015 at 7:23 pm

    […] que ele tinha feito essa foto. Aqui no blog tem algumas fotos em filme nos primeiros posts: esse aqui, esse e […]

  • Leave a Reply