Cotidiano

Como está a vida?

July 23, 2019

A minha anda movimentada e a de vocês? Sei que algumas pessoas que sempre comentam aqui também andam com as vidas bem movimentadas, cheias de mudanças. Por isso os blogs andam meio abandonadinhos. Afinal, viver é mais importante e muitas vezes não sobra tempo mesmo para preparar posts. Me mudei para a terra das bicicletas há 5 meses e ainda estou em processo de adaptação. Mudar de casa e de cidade já dá aquela chacoalhada na vida, imagina mudar também de país? Pois é, a saída da zona de conforto aqui aconteceu no nível hard.

A emoção começou antes da mudança propriamente dita, com toda a preparação de documentos das gatas, organização do envio dos móveis, procura de apartamento, a viagem com as gatas e, no meio disso tudo, marido começou a estudar holandês e eu troquei as aulas de ucraniano pelas de russo porque já estava no inferno das línguas eslavas e resolvi abraçar logo o capeta. Além disso, continuei comparecendo religiosamente às aulas de yoga 3 vezes por semana.

Bosque de Amsterdam
“Paula, faz uma foto minha aqui com as cerejeiras!”

Ainda bem que tem a Paula e o Edu para ajudar esse processo de adaptação a ser mais leve. Em março, fomos conferir Florence + The Machine em Rotterdam. Finalmente, realizei meu sonho de ver um show só da Florence que é uma experiência bem diferente e melhor do que ver em festival (contei nesse post que vi um show dela pela primeira vez no Sziget em Budapeste). Paula e eu compramos camisetas iguais e saímos de par de vasos no início de abril quando as cerejeiras apareceram para ornar com nossas brusinhas. Agradecimentos especiais à Carol que não pôde ir ao show e me vendeu o ingresso dela.

Além do show da Florence, fui também ao show do Spiritualized, da Sharon Van Etten, do Hot Chip, da Novelle Vague, do Garbage e da Cat Power. Tem muito show nessa cidade e eu já comentei antes aqui no blog que não consigo imaginar minha vida sem música e ver meus artistas preferidos ao vivo faz parte dos meus grandes prazeres.

Thorin bem pleno ao sol

Cuidei dos felinos da Paula e do Edu enquanto eles viajavam e levei a câmera comigo em um dos dias. Olhei pela janela e quase não acreditei que tinha praticamente um quadro bem ali na minha frente e eu dei a sorte de estar com a câmera para registrar. Adoro que as pessoas por aqui realmente aproveitam quando faz sol. Afinal, dias lindos assim não acontecem tão frequentemente, então tem que aproveitar mesmo.

Por isso que a casa até hoje não está arrumada. Estou bem mais interessada em fazer outras coisas e a casa bem pode esperar. Fora que teve visistas por aqui e ensaios fotográficos também (inclusive, manda jobs! Me segue no insta: @alearaujophoto). A foto que abre o post é parte de um dos ensaios que fotografei. Meu site está em construção e assim que estiver pronto, aviso vocês.

Selo Edgar Allan Poe de aprovação
Casal de aranhas da Louise Bourgeois

Fiz meu cartão dos museus e estou consumindo toda a arte que essa cidade tem a oferecer por motivos de AMOR. Inclusive, as esculturas da Louise Bourgeois estão expostas no jardim do Rijksmuseum até 03/11 e é de graça. Fica a dica pra quem estiver vindo pra cá. Visitei 4 exposições de fotografia e fiz uma nova tattoo assim que cheguei para já deixar minha pele marcada com arte logo de cara.

Além disso, visitei Bruges, Haia e Dordrecht, sigo com as aulas de russo, ainda não voltei a fazer exercícios, ainda não tive coragem de sair de bicicleta sozinha e estou tentanto me acostumar a viver numa cidade muito turística, onde você pode ser xingado de graça na rua (já aconteceu comigo umas 3 vezes). Assim termina essa tentativa de resumo do último semestre com umas fotos aleatórias para não dizer que não posto nada sobre Amsterdam.

You Might Also Like

10 Comments

  • Reply Gabi Ramalho July 25, 2019 at 7:56 pm

    Por aqui, minha vida anda bem paradinha, viu? hahah tento não pensar no lado negativo de estar assim, porque se não a gente fica louca. Prefiro pensar que esse tempo forçado que estou tendo é, na verdade, um descanso que eu estava merecendo. Um descanso físico, psicológico, mental, social, etc… haha às vezes a gente tem que ser menos louca na vida, não adianta.
    Ah, queria falar outra coisinha: achei demais o fato de tu fazer aulas de russo! Eu tenho um fascínio por essas línguas diferentonas ahtri mas no momento não tô podendo 🙁 além disso, o inglês precisa vir antes haha. Mas um dia, quem sabe? 🙂

    • Reply Alessandra July 29, 2019 at 9:20 am

      As pausas são necessárias também, então aproveite. Estudar uma nova língua é sempre uma viagem muito interessante, parece que abre umas novas portinhas na nossa mente. Investe aí no inglês porque querendo ou não, é a língua que o mundo fala. E obrigada por comentar!

  • Reply Renata July 28, 2019 at 10:40 pm

    Bom, por aqui estou levando um dia de cada vez… Tem dias melhores, outros nem tanto né? Mas obrigada por perguntar! 🙂
    Amei a foto nas cerejeiras, realmente ornou com a sua camiseta ahahaha aproveitei e já te segui lá pelo instagram também. Ahhh depois conta como estão as aulas de russo, acho muito interessante! Eu quero muito aprender francês ainda, uma hora vai né?

    Renata
    Rivière du Souvenir

    • Reply Alessandra July 29, 2019 at 9:25 am

      Obrigada você por responder! 🙂 Levar um dia de cada vez é viver o momento, então está ótimo. Obrigada por me seguir no instagram também. Rolou todo um mimetismo das cerejeiras do chão com as da camiseta neh? Tenho que fazer um post sobre os estudos de russo, mas é que demanda tempo pq vai dar um bom trabalho para escrever, mas uma hora eu faço. Tem todo meu apoio para aprender francês! Acho uma língua muito bonita.

  • Reply Gabi July 30, 2019 at 7:08 pm

    Ale, achei o máximo que vc chegou chegando nessa Holanda, já fotografando, já indo em show, pairing up com a Paula haha.. parece que encontrou o seu lugar (e nem sei se encontrou, mas parece hahaha). Não vejo a hora de ouvir esses relatos ao vivo. Um beijo enorme!

    • Reply Alessandra July 31, 2019 at 9:06 am

      Gabi, ter amigos locais faz muita diferença no processo de adaptação e o fato das pessoas falarem inglês por aqui também ajuda bastante. Beijão pra você também!

  • Reply Sandra August 12, 2019 at 8:53 pm

    Desejo-te muita sorte nesta nova etapa da tua vida, ainda para mais numa cidade tão bonita!

    • Reply Alessandra August 13, 2019 at 10:10 am

      Muito obrigada, Sandra! <3

  • Reply Taís August 16, 2019 at 1:40 am

    Que legal saber como anda a vida por ai no país novo. Sempre acho interessante ler sobre as adaptações em um novo lugar, uma nova vida etc. E que presente ter pessoas tão queridas pra ajudar nesse processo, né? Faz uma diferença enorme ♥
    E vc vai se jogar na lingua holandesa também, Alê? haha

    • Reply Alessandra August 16, 2019 at 9:20 am

      Faz uma diferença enorme mesmo, Taís! Cara, planejo me jogar na língua holandesa ainda esse ano.

    Leave a Reply to Gabi Ramalho Cancel Reply