Cultura, Kiev

Visita ao Holodomor Museum

November 28, 2016

Na última quarta-feira, visitei o memorial às vítimas do Holodomor, o genocídio de ucranianos provocado por Stalin entre 1932 e 1933. Голодомор (holodomor) foi uma fome provocada que exterminou entre 7 a 10 milhões de ucranianos, não se sabe o número exato por conta da ausência de registros. Голод significa fome, a causa da morte desses milhões de ucranianos que tiveram toda sua produção agrícola confiscada por uma política adotada por Stalin, que não queria que houvesse propriedade privada. Essa ideia de coletivização da União Soviética não era nada popular entre os camponeses ucranianos. Além disso, ele temia que o movimento de independência ucraniano ganhasse força e atrapalhasse seus planos. Os bolcheviques queriam que a Ucrânia fizesse parte da Rússia, mas a nação queria ser independente e durante o período soviético se tornou uma República Socialista Soviética.

_dsf0177

_dsf0201

O museu é um memorial a todas as pessoas que foram exterminandas durante o período de 1932 a 1933. Segundo a guia, ele foi inaugurado em 2009 e a torre em forma de vela é chamada de vela da memória. Logo que você entra, há várias fotos antigas de grupos de ucranianos como essa abaixo, onde eles estão tocando a bandura, um intrumento típico da cultura ucraniana.

_dsf0196

_dsf0193

_dsf0194

_dsf0195

_dsf0192

A exposição foi montanda com grãos e cada um representa uma pessoa que foi exterminada no genocídio. Cada livro da foto acima representa uma cidade afetada pela Grande Fome. Os livros contém os registros que foram coletados e provam que essa atrocidade comparada ao holocausto aconteceu. Muitas informações foram manipuladas ou escondidas pelo governo soviético, por isso levou muito tempo para que essa política adotada por Stalin fosse reconhecida como genocídio. Só após o fim da União Soviética foi possível ter acesso aos dados que comprovam o que aconteceu, mesmo assim não há registro de todas as pessoas que morreram durante esse período.

_dsf0186

_dsf0184

_dsf0185

Os montinhos de grãos da foto acima representam o apogeu do Holodomor – 28.023 pessoas morriam por dia, 1.168 pessoas morriam por hora e 20 por minuto.

_dsf0183

_dsf0188

_dsf0180

_dsf0182

_dsf0199

Desde 2006, há um evento anual em memória às vítimas do Holodomor no quarto sábado de novembro e foi nesse mesmo ano que esse genocídio foi oficialmente reconhecido como tal. Ou seja, muita gente não faz ideia que esse extermínio aconteceu bem antes de Hitler pensar em fazer o que fez. Eu só fui descobrir isso depois que me mudei para Ucrânia e comecei a pesquisar sobre a história do país.

Eu já tinha visitado a área externa antes, mas foi a primeira vez que entrei no museu. Ele não é muito grande, mas é bem informativo. Dos museus que visitei na Ucrânia até agora, esse é o que possui mais informações em inglês. Além dos dados ao longo da exposição, há também um vídeo com um resumo do que aconteceu durante aquele período.

Endereço:  Lavrska St, 3, Kyiv, Kyivs’ka oblast, 010115 (Metrô Arsenalna)

Horário de funcionamento: Diariamente das 10 às 18h (fecha na 2ª terça-feira do mês)

Entrada: 16 UAH (R$ 2,00)*

Passeio guiado em inglês: 250 UAH (R$ 31,25)

*Entrada gratuita na 1ª segunda-feira do mês.

Site | Facebook | Instagram

You Might Also Like

10 Comments

  • Reply Bel November 30, 2016 at 3:42 am

    Ai, toda vez que vejo museus como esse fico na dúvida se eu visitaria. Eu super apoio e acho extremamente importante um país lembrar de suas vitórias e vergonhas, de suas dores… principalmente para isso não se repetir nunca mais. Achei as esculturas muito bonitas e amo história mas pra mim, seria um lugar triste.

    Beijos
    http://belsantanna.com/

    • Reply Alessandra Araújo December 17, 2016 at 5:21 pm

      Com certeza é um lugar triste, Bel. Mas sempre é bom lembrar que o ser humano tem potencial para ser muito mau e muito bom e poder refletir sobre isso é sempre interessante. Beijos.

  • Reply Bárbara Hernandes December 1, 2016 at 12:34 am

    Que interessante – e triste, claro. Nunca tinha ouvido falar desse período obscuro na história da Ucrânia e isso só me faz pensar em que como não sabemos mesmo nada, né? Quantas e quantas coisas não aconteceram no mundo que ainda não foram descobertas ou reveladas?

    • Reply Alessandra Araújo December 17, 2016 at 5:25 pm

      Pois é, Bárbara. Depois que me mudei aprendi muitas coisas novas que nem sequer imaginava. E continuo aprendendo…

  • Reply Taís December 1, 2016 at 12:49 am

    Que surreal tudo isso, Ale! Eu não fazia ideia também dessa parte da história da Ucrânia, que tristeza! É uma coisa que não dá pra entender como o ser humano pode ser tão cruel assim. Amei muito todos os detalhes que você passou e todas fotos, fiquei com vontade de visitar também.

    • Reply Alessandra Araújo December 17, 2016 at 5:27 pm

      Há alguns filmes sobre o mesmo tema, Taís. Quando eu assistir farei um post com certeza.

  • Reply KARINE December 1, 2016 at 10:23 pm

    de 7 a 10 milhões de ucranianos exterminados, gente, é MUITA coisa! que história absurda e triste :/ não fazia ideia disso, Ale! 🙁

    • Reply Alessandra Araújo December 17, 2016 at 5:29 pm

      Sim, foi MUITA gente. E é mesmo um absurdo. Stalin era escroto!

  • Reply Ana December 5, 2016 at 8:55 pm

    Deve ser fantástico visitar um lugar assim! Como sempre é uma delícia ler teus relatos acompanhados de fotos tão impactantes!

  • Leave a Reply