Viagens

Road Trip pela Ucrânia – Zhytomyr

May 21, 2016

No caminho de volta para casa, decidimos parar em Zhytomyr, uma cidade que fica a 2 horas de Kiev. A princípio, esta parada não estava prevista no nosso roteiro, mas durante a viagem descobrimos que há um Museu dos Cosmonautas nessa cidade e, como já estava no nosso caminho mesmo, paramos para conferir. O museu leva o nome de Sergei Korolyov, um engenheiro espacial que nasceu em Zhytomyr. Logo em frente ao Museu dos Cosmonautas fica a casa onde Korolyov nasceu e hoje, ela é um museu dedicado à vida dele. Outra figura ilustre que nasceu nessa cidade foi Adolpho Bloch, dono das extintas Revista Manchete e Rede Manchete. Alguém aí cresceu nos anos 80/90 e assistia Clube da Criança com a Angélica e cansou de ouvir “Vou de Táxi”? E a novela Pantanal? Agora eu entendi porquê o pessoal daqui da Ucrânia conhece a novela Dona Beija. Não é muita coincidência uma novela da Rede Manchete chegar aqui? Ok, parei.

_DSF8713

_DSF8702

_DSF8703

_DSF8705

Vamos voltar ao museu neh? Logo na entrada há uma galeria com fotos dos cachorrinhos que fizeram parte do programa espacial, com destaque para Laika, o primeiro animal que orbitou o planeta Terra. Laika foi enviada ao espaço a bordo do Sputnik 2 no dia 3 de novembro de 1957. Na época, o governo soviético divulgou que ela teria sobrevivido no espaço por alguns dias, mas em 2002 a verdade veio à tona: Laika sobreviveu apenas algumas horas e morreu de pânico e superaquecimento. Pobre Laika… 🙁 Pelo menos sua morte não foi em vão, já que serviu para provar que era possível sobreviver no espaço. Em 12 de abril de 1961, Yuri Gagarin entrou para história como a primeira pessoa a chegar no espaço.

As três fotos acima são de uma cápsula de reentrada por dentro e por fora. Quem sofre de claustrofobia passa mal só de chegar perto dessa cápsula. Embaixo dela tem as instruções de como liberar o cosmonauta, em russo e em inglês. Nesse vídeo aqui tem todo o processo de reentrada dos cosmonautas da Soyuz, desde a entrada na cápsula ainda na estação espacial até o pouso no Kazaquistão. Dá pra perceber que a cápsula não é muito diferente dessa que faz parte do acervo do museu.

_DSF8724

_DSF8707

_DSF8709

_DSF8728

Nas fotos acima: uma roupa de cosmonauta, um detalhe da comida espacial original da era soviética, o satélite Oreol-3 (que foi lançado ao espaço em 1981 para estudar a natureza das auroras boreais) e o certificado do museu como membro da Federação Internacional de Astronautas. O museu não é muito grande, mas o acervo é bem interessante e tem informações em inglês. O ingresso custa 15 UAH (0,60 dólares). Não chegamos a visitar o outro museu que fica logo em frente porque estávamos com fome e fomos buscar um lugar para almoçar. Escolhemos o Pleasantville porque é o que tem a nota mais alta no Foursquare e não nos arrependemos. A comida é boa (tinha até opções vegetarianas!), o ambiente é legal, o atendimento é bom, tem cardápio em inglês, o banheiro é limpo e a trilha sonora estava sensacional, especialmente para quem gosta de rock britânico. E assim fechamos a road trip com chave de ouro!

Estarei em Odessa quando esse post entrar no ar, então em breve poderei compartilhar informações sobre mais uma cidade ucraniana. Se você perdeu os outros posts dessa road trip, clique aqui e aqui.

You Might Also Like

10 Comments

  • Reply Izzy Laika Odessa May 22, 2016 at 2:32 am

    Acho que esse foi o melhor post que o mundo cibernético já viu. Sério. <3
    Olha a Laika ali! Tem alguma coisa no olhar dela que me fisga, não sei explicar. Lembro de ter lido, há algum tempo, sobre o treinamento que ela e outros cachorrinhos de rua enfrentaram antes da realização das missões. Aquilo me chocou e me fascinou ao mesmo tempo. Certamente, ela foi muito importante para o desenvolvimento espacial e sua morte não foi em vão.
    É impressionante o estado de conservação desses equipamentos e do "look do dia". Dá tempo de largar tudo e ser astronauta? Dá pra pegar esse satélite Oreol-3 e ir estudar as auroras boreais? Quero.

    • Reply Alessandra Araújo June 6, 2016 at 3:13 pm

      Dá tempo sim, Izzy! hahhahahha Feliz que você gostou do post! :-***

  • Reply Flávia Donohoe May 22, 2016 at 12:22 pm

    Que museu incrível, vontade de conhecer! As fotos estão geniais 🙂

    • Reply Alessandra Araújo June 6, 2016 at 3:13 pm

      Obrigada, Flávia. Bem vinda ao blog e obrigada por comentar. 🙂

  • Reply Ivanor Zacharias June 9, 2018 at 9:58 am

    Você dirigiu pelas estradas ucranianas? Como é?

    • Reply Alessandra Araújo June 18, 2018 at 10:53 am

      Oi Ivanor, eu e meu marido já viajamos de carro pela Ucrânia algumas vezes. Nesse post falo sobre a estrada: https://www.umnovodestino.com.br/road-trip-pela-ucrania-kamyanets-podilsky/#more-1773. As estradas da Ucrânia estão bem longe do padrão europeu ocidental. A estrada para Lviv é a melhor e pra Odessa é ok, não é excelente, mas também não é a pior. Se for entrar na Ucrânia de carro, recomendo o trecho Cracóvia-Lviv. Passamos por lá em 2015 e a estrada era nova e bem boa. Não sei se ainda está assim, vale a pena dar uma pesquisada. Espero ter ajudado e obrigada pela visita!

  • Reply Ivanor Zacharias June 26, 2018 at 3:34 am

    Oi, vou pra Ucrânia em agosto e farei o trecho Kiev -> Kamianets Podylsk -> Khotyn -> Tatariv (onde fica meu hotel) de carro. Queria dicas das estradas ucranianas, existe muita fiscalização? Muitos radares ? E pedágios? Obrigado desde já.

    • Reply Ivanor Zacharias June 26, 2018 at 3:36 am

      Estou perguntando novamente porque agora já amadureci o roteiro, e como tu fez essa rota poderá me explicar melhor. Obrigado novamente.

      • Reply Alessandra Araújo June 26, 2018 at 2:31 pm

        Oi Ivanor, fizemos essa viagem há 2 anos e não sei como está a situação das estradas agora. Espero que você tenha lido o post sobre Kamyanets-Podilsky que linkei no comentário anterior. Fizemos a direção oposta a que você fará, já que estávamos seguindo em direção à Kiev. Não havia pedágio, mas você pode encontrar alguma patrulha. Respeite a velocidade da via. Boa viagem!

        • Reply Ivanor Zacharias June 29, 2018 at 3:40 am

          Li sim, na verdade acho que não teve um post seu sobre a Ucrânia que eu não tenha lido. Muito obrigado mesmo pelas dicas.

    Leave a Reply to Izzy Laika Odessa Cancel Reply