Cultura

A Anne Frank do Leste Europeu

May 14, 2019

E se uma garota judia tivesse instagram durante o holocausto? É essa a proposta do perfil eva.stories, uma adaptação do diário de Eva Heyman, uma garota judia que viveu na Hungria e começou a escrever em seu diário no dia 13 de fevereiro de 1944, aos 13 anos. Eva sonhava ser uma fotojornalista e os criadores do projeto tinham a intenção de tornar seu sonho realidade.

Apesar da história se passar na Hungria, “Eva Stories” foi filmado em Lviv, na Ucrânia. A produtora ucraniana Colorfilm foi responsável pelas filmagens que duraram três semanas. Os criadores de “Eva Stories” são Mati Kochavi, um executivo israelense do ramo de tecnologia, e sua filha, Maya. Eles tomaram a iniciativa de criar esse projeto porque a memória do holocausto está desaparecendo fora de Israel.

View this post on Instagram

Eva.Stories Official Trailer

A post shared by Eva (@eva.stories) on

Claro que o fato da história de Eva ter sido apresentada numa rede social gerou polêmica nas redes sociais (assim, bem redundante mesmo) e algumas pessoas criticaram o projeto alegando ser desrespeitoso. Nem vou entrar nos pormenores das críticas para evitar a fadiga. Mas Maya Kochavi comentou que “muitos movimentos sérios estão acontecendo nas redes sociais”. Levando em consideração que há uma onda de desinformação nas redes sociais e até representantes do governo brasileiro andam dando declarações absurdas, acho a iniciativa bem válida.

Eu assisti todos os stories e não vi nada de desrespeitoso. Apenas contaram uma história baseada em fatos reais usando uma plataforma que os jovens usam e que é uma eficiente ferramenta de comunicação. Eu não sabia da existência de Eva Heyman e acabei aprendendo algo depois de assistir os stories.

Eva morreu em Auschwitz em 17 de outubro de 1944. Ela e Anne Frank fazem parte do 1.5 milhão de crianças que foram assassinadas durante o Holocausto. É importante que essa história não se repita. Vocês já tinham visto esse perfil do instagram? Me contem nos comentários o que acham dessa história toda. Para ler a matéria completa do New York Times, clique aqui.

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply Taís May 22, 2019 at 12:05 am

    Aleee, que ótimo lembrete. Eu vi que saiu, até me mandaram la no instagram pra eu assistir, mas fiquei de ver depois e acabei esquecendo completamente. Tô bem curiosa pra ver, ainda mais com seu post! Não conhecia a historia da Eva até então.

    • Reply Alessandra May 22, 2019 at 9:06 am

      Só você mesmo para não me deixar no vácuo aqui hahahha Achei bem interessante. Super apóio formas alternativas de aprendizagem.

    Leave a Reply