Cotidiano, Cultura, Kiev

Outono Misterioso

November 30, 2017
_DSF3999

Todo ano eu faço as fotos do outono, minha estação preferida. Porém, as únicas fotos de outono que consegui fazer esse ano foram durante um passeio guiado sobre os mistérios de Kiev. Passei boa parte de outubro viajando pela Nova Zelândia e Austrália e encontrei um outono extremamente chuvoso quando voltei pra casa. Além disso, tinha uns freelas pendentes para entregar e acabei não saindo para fazer as tradicionais fotos outonais.

Participei desse passeio guiado alguns dias antes do Halloween ou dia das bruxas e foi muito legal descobrir cantinhos e histórias misteriosas sobre Kiev. A capital ucraniana é muito conhecida por suas igrejas de cúpulas douradas, mas o que nem todo mundo sabe, é que a cidade é cheia de lendas relacionadas ao mundo sobrenatural.

Ao longo desses 3 anos morando aqui, venho aprendendo bastante sobre os simbolismos, crenças e superstições dos ucranianos. Por exemplo, toda vez que vou receber alguma encomenda em casa, o entregador tem que entrar no apartamento para me entregar. Mesmo que vá demorar menos de um minuto para eu assinar alguma coisa ou pagar a entrega. Daí descobri que tem uma superstição de não poder uma pessoa ficar do lado de fora da porta e outra do lado de dentro enquanto entrega alguma coisa ou fecha um contrato, sei lá, algo assim. Não sou muito entendida das superstições, então se tiver alguém aí que saiba explicar melhor, deixe um comentário por favor.

_DSF3991

_DSF3993

_DSF3994

Bom, eu já sabia sobre algumas histórias que a guia explicou durante o passeio, então vou compartilhar aqui apenas o que aprendi de novo (até porque o post ia ficar imenso se eu fosse contar tudo). Fiz a maioria das fotos desse post na lysa hora (лиса гора), montanha/morro careca em tradução livre. Ele leva esse nome devido à ausência de árvores lá no topo. Eu já tinha subido em um dos mirantes que dão acesso a esse morro, mas não tinha ideia desse caminho um tanto quanto macabro. A foto que abre esse post é de um cemitério que fica na subida dele e a foto abaixo é do túmulo de um ser que dizem ser o vampiro de Kiev. A guia (vestida de bruxa na foto abaixo) explicou que acontecem uns rituais satanistas nesse local e que uma das provas para ser iniciado no satanismo é passar uma noite nesse túmulo aí.

_DSF3996

_DSF3997

_DSF3998

Fui uma adolescente trevosinha, estudava Wicca (mas nunca coloquei em prática), me achava a própria jovem bruxa e até hoje curto cemitérios e filmes de terror, então óbvio que curti esse passeio. Além disso, o dia estava bem propício para um passeio com essa temática: frio, chuvoso e com ventos uivantes. A subida foi tensa porque tinha lama, estava escorregadio, eu estava carregando o guarda-chuva, a câmera e tentando me equilibrar para não me estabacar morro abaixo. Pra completar, minhas pernas estavam doendo bastante porque eu tinha feito quinhentos mil agachamentos na academia no dia anterior. Ou seja, nem sei como ainda consegui fazer essas fotos.

_DSF4003

_DSF4005

As fotos acima são da chegada ao topo do morro careca onde acontecem rituais pagãos e a foto acima é do altar dedicado aos descobridores da cidade: Kyi, Shchek, Khoryv e Lybid. Eles eram irmãos e o nome da capital ucraniana é Kyiv por conta do irmão mais velho. Traduzi o que está escrito no altar e diz o seguinte: montanha Khoryvytsya, lugar de peregrinação. O ritual é todo domingo às 10:00. Não consegui ler as frases menores. A guia explicou que Mikhail Bulgakov e Nikolai Gogol se inspiraram em muitas dessas lendas que envolvem bruxas e seus rituais para escrever suas obras. Ano passado li “O Mestre e Margarida” e algumas coisas que acontecem no livro fizeram muito mais sentido depois desse passeio. Inclusive, a guia disse que todo ano acontece em abril um grande baile satanista nesse local. Se é verdade ou não, eu que não vou conferir neh.

Na foto abaixo, a igreja de Santo André ao fundo, um símbolo do cristianismo, localizado bem próximo a lysa hora. O museu do Bulgakov também fica nas proximidades, pois o autor morou ali. O passeio terminou num bar temático que leva o mesmo nome do morro e eu ainda não conhecia. Os drinks são como poções mágicas, mas eu acabei não provando. Estava com frio e precisava de algo quente, então pedi uma sopa de cogumelos que estava deliciosa e deixou meu estômago bem alegre e quentinho.

_DSF4007

_DSF4010

_DSF4014

_DSF4016

A neve já deu o ar da graça por aqui, então só teremos fotos de outono nesse blog no ano que vem. Mas espero que vocês tenham gostado de saber sobre algumas histórias misteriosas de Kiev. O passeio durou 2 horas e meia e teve muito mais histórias com muito mais detalhes. Me contem aí nos comentários se vocês acreditam ou não no mundo sobrenatural. O Brasil também é cheio das superstições neh, quais as que vocês conhecem? Eu cresci ouvindo cada uma… Por fim, “no creo en las brujas, pero que las hay, las hay”.

You Might Also Like

7 Comments

  • Reply Gabi November 30, 2017 at 7:45 pm

    Adorei a temática do passeio, hahaha.. Não sei porque, mas imagino Kiev uma cidade bem cinzenta, misteriosa, sorumbática e meditabunda, então acho o passeio super apropriado hahahaha… Agora a guia de bruxa eu já ia morrer de rir porque sei lá, né.. bit of Carnaval.
    Eu sou do tipo que não acredito porque nunca vi e prefiro seguir assim, então passar a noite em túmulo, ir em baile satanista?! No thanks.

    Adorei as fotos, Ale!!!
    Beijão

    • Reply Alessandra Araújo November 30, 2017 at 8:05 pm

      Sorumbática e meditabunda!! hahahhahaha A guia é uma figura! Toda fofa, estava sempre com um sorrisinho e os olhos dela são tão claros, tão claros que ela quase não conseguia ficar com eles completamente abertos. Quando falou que precisava acender a vela para espantar os maus espíritos durante a subida do morro, eu não fazia ideia de onde a gente ia se enfiar. Mas deu tudo certo, chegamos todos são e salvos ao fim do tour.
      Também nunca vi nada extraordinário, então sigo feliz visitando os cemitérios. Beijão!

  • Reply Leonardo Lakonski December 1, 2017 at 3:05 pm

    Sei que existem muitas superstições na Ucrânia. Conheço mulheres Ucranianas que contam a quantidade de flores presentes no buque que ganham de alguém, pois os números pares estão associados a serenidade, morte, etc. e os números ímpares simbolizam ação, vitalidade etc. Geralmente sobre os mortos nos velórios coloca-se duas flores. Isso está ligado a antigas tradições eslavas. Esse é só um exemplo das crenças que conheço. E eu AMO cemitérios, para mim, são lugares de reflexão e é onde a Arte encontra-se escondida, uma inspiração para produzir poemas etc.
    https://www.youtube.com/watch?v=pRMUBINdiAs

    • Reply Alessandra Araújo December 2, 2017 at 1:05 pm

      Oi Leonardo, obrigada por compartilhar essa das flores que eu ainda não conhecia. No vídeo a brasileira até comenta da mesma superstição da porta que eu comentei no post. Muito legal a entrevista. Ela convive bem mais com ucranianos do que eu, já que é casada com um. Concordo super com você em relação aos cemitérios. Pra mim é um lugar de paz, reflexão. Não tenho a visão negativa que algumas pessoas têm.

  • Reply Taís December 5, 2017 at 3:33 am

    Adorei esse passeio, Ale! Eu fiz um parecido quando fui pra Edinburgh, mas era à noite.. mas também nessa mesma pegada de contar histórias misteriosas e assombradas da cidade. As fotos ficaram lindonas como sempre! Tava com saudade dos seus posts <3

    • Reply Alessandra Araújo December 5, 2017 at 1:40 pm

      Nossa, esse passeio de Edinburgh deve ter sido muito legal! Tomei nota aqui. Obrigada pela visita, Ta! Vou tentar postar mais durante o inverno.

  • Reply BA MORETTI December 11, 2017 at 2:12 am

    nessas horas eu fico imaginando as superstições, cultura em geral, de cada cantinho desse mundo doido. tipo esse do lance do entregador, que doidera HAHAHA. não é a toa que uma das séries que curti bastante esse ano foi grimm. acaba pegando esse feelings de vários lugares em cima de monstros e tal. muito legal 🙂

  • Leave a Reply